As ideias precisam circular. Ajude A Terra é Redonda a seguir fazendo isso.

Entre mão e bala

Barbara Hepworth (1903-1975), Pelagos, 1946, Olmo e cordas em carvalho, 430 x 460 x 385mm
Whatsapp
Facebook
Twitter
Instagram
Telegram

Por FERNANDO RIOS*

Um poema pacifista

1.

bala e mão
embalam e manejam
atraem e rejeitam
corpos
………………doentes…
ou sãos…
corpos todos portadores
de seres
para o bem ou para o mal
………………chamados humanos
bala e mão
trazem bons sabores
e péssimos horrores

 

2.

tirar bala e mão do dicionário
requer exímio aprendizado
entre as ciências principais
quem mais se apresenta…
é a política
sobretudo, de corpo a corpo
ela
………………afasta, arrasa
………………ou
………………atrai, aconchega
porque bala e mão
fora do dicionário
tanto multiplicam vítimas e mortos e feridos
quanto procriam aliados e amados e queridos

 

3.

que palavra
fere mais que bala
que palavra
adoça mais que bala
que palavra
agride mais que mão
que palavra
afaga mais que mão

 

4.

a bala que penetra
deixa um rastro oco, amargo
preenchido com sangue
do próprio corpo
ser humano em molho pardo

a mão que esbraveja
deixa um rastro de furacão
que faz cambalear o corpo
perdido em busca de um norte
ser humano em tempestade

 

5.

uma bala que escorre na garganta
deixa um caminho doce
que se preenche em memórias
feitas em mil infâncias alfenins

entranhas de ser humano em delícia

a mão que encontra um rosto
e desenha um gesto um toque uma ternura
faz seu próprio caminho sereno eterno
feito de preciosas pedras pétalas perfumes

estranho ser humano gentilmente gente

 

6.

as palavras estão prontas
ávidas aptas aladas
e se repartem
entre bala e mão
entre mão e bala

palavra bala palavra
bala palavra bala
mão palavra mão
palavra mão palavra

 

7.

dedos e gatilhos
se entendem e desentendem
na falta de palavras
e/ou talvez com elas

e que palavras aladas
tanto atingem faces
quanto acariciam rostos

como pontas de dedos adagas
como pontas de dedos plumas

 

8.

não basta decorar o dicionário

vale mais desenhar gestos amenos
e polvilhar hidromel na boca
e escorrer e aquecer momentos pelo corpo
e preparar um intenso abraço
e sentir o sabor do cálido cândido sôfrego beijo

e se embalar e se manejar
chagalmente klimtement
barcos corpos velas ventos árvores
asas sopros ondas voos
envoltos palavrosamente em dicionários
cuidadosamente em palavras ímãs
e então
conviver
calidamente
quentemente
intensamente

coloridos amantes
fraternos amigos
fogo água terra ar

humanas mentes
de chão e vento e mar

 

9.

e para construir
utopicamente
em qualquer horizonte
algum lugar qualquer
………………de seres
………………………………ditos humanos
………………………………………………………..dos bons e dos melhores
há que sempre resgatar
e desejar (e)ternamente
a mão que embala
a bala que saliva

*Fernando Rios é jornalista, poeta e artista plástico.

 

AUTORES

TEMAS

MAIS AUTORES

Lista aleatória de 160 entre mais de 1.900 autores.
Ari Marcelo Solon Milton Pinheiro Eugênio Bucci Bruno Machado Juarez Guimarães Luiz Marques Tadeu Valadares Tales Ab'Sáber Flávio R. Kothe Vinício Carrilho Martinez Berenice Bento Eugênio Trivinho Paulo Nogueira Batista Jr Priscila Figueiredo Leda Maria Paulani Otaviano Helene Walnice Nogueira Galvão Liszt Vieira Antônio Sales Rios Neto Daniel Costa Francisco de Oliveira Barros Júnior Ricardo Fabbrini Carla Teixeira Plínio de Arruda Sampaio Jr. André Singer Ricardo Musse Thomas Piketty Airton Paschoa Yuri Martins-Fontes Jean Marc Von Der Weid Julian Rodrigues Rafael R. Ioris Antonino Infranca Francisco Pereira de Farias Eleutério F. S. Prado Anselm Jappe Paulo Sérgio Pinheiro José Dirceu Daniel Brazil Paulo Fernandes Silveira Manchetômetro Caio Bugiato Dennis Oliveira Valério Arcary Luís Fernando Vitagliano Osvaldo Coggiola João Lanari Bo Eduardo Borges João Paulo Ayub Fonseca Claudio Katz Sandra Bitencourt José Raimundo Trindade Ladislau Dowbor José Luís Fiori Marcos Silva Benicio Viero Schmidt José Geraldo Couto Igor Felippe Santos João Carlos Salles Atilio A. Boron Slavoj Žižek José Costa Júnior Marcelo Módolo Eleonora Albano Marcelo Guimarães Lima Luiz Bernardo Pericás Flávio Aguiar Denilson Cordeiro Luiz Costa Lima João Carlos Loebens Gilberto Maringoni Mariarosaria Fabris Bernardo Ricupero Paulo Martins João Feres Júnior Marcus Ianoni Carlos Tautz Jorge Branco Ronaldo Tadeu de Souza Chico Alencar Armando Boito Henri Acselrad Everaldo de Oliveira Andrade André Márcio Neves Soares Tarso Genro Chico Whitaker Daniel Afonso da Silva Celso Frederico Ronald Rocha Rubens Pinto Lyra Andrew Korybko Valerio Arcary João Sette Whitaker Ferreira Francisco Fernandes Ladeira Manuel Domingos Neto Kátia Gerab Baggio Gabriel Cohn Bruno Fabricio Alcebino da Silva Marilena Chauí Salem Nasser Vanderlei Tenório Luiz Eduardo Soares Afrânio Catani Rodrigo de Faria Lorenzo Vitral Michael Roberts José Machado Moita Neto Annateresa Fabris Ronald León Núñez João Adolfo Hansen José Micaelson Lacerda Morais Luiz Renato Martins Érico Andrade Luis Felipe Miguel Eliziário Andrade Alexandre Aragão de Albuquerque Leonardo Boff Luiz Carlos Bresser-Pereira Mário Maestri Lucas Fiaschetti Estevez Ricardo Abramovay Fernando Nogueira da Costa Luiz Roberto Alves Celso Favaretto Maria Rita Kehl Marcos Aurélio da Silva Paulo Capel Narvai Leonardo Avritzer Samuel Kilsztajn Boaventura de Sousa Santos Heraldo Campos Jorge Luiz Souto Maior Alexandre de Freitas Barbosa Jean Pierre Chauvin Leonardo Sacramento Fábio Konder Comparato Remy José Fontana Roberto Noritomi Alexandre de Lima Castro Tranjan Alysson Leandro Mascaro Anderson Alves Esteves Marilia Pacheco Fiorillo Luiz Werneck Vianna Lincoln Secco Renato Dagnino Henry Burnett Luciano Nascimento Antonio Martins Fernão Pessoa Ramos Sergio Amadeu da Silveira Elias Jabbour Gilberto Lopes Gerson Almeida Roberto Bueno Bento Prado Jr. Michael Löwy Vladimir Safatle Marjorie C. Marona Ricardo Antunes Dênis de Moraes

NOVAS PUBLICAÇÕES

Pesquisa detalhada