Afinal, qual é a culpa de Lula?

Imagem: Tejas Prajapati
Whatsapp
Facebook
Twitter
Instagram
Telegram

Por LORENZO VITRAL*

O ex-presidente fez o melhor governo para o povo, e isto a classe dominante brasileira não perdoa

Agora está amplamente divulgado que Sérgio Moro e a turma da Lava-Jato forjaram um processo penal contra Lula, que tem início com a definição trapaceada do fórum adequado, no caso do apartamento triplex em Santos, que vai parar na justiça federal de Curitiba! até a famosa sentença de Moro perolada com o sintagma “atos de ofício indeterminados” que valeu como prova contra o ex-presidente.

A colaboração de outros tribunais na farsa, o que era de convencimento de todos, precisaria ser investigada na sequência já que é todo o sistema judiciário brasileiro que está em causa. As razões políticas da farsa judicial, que também estavam claras desde o início, legaram-nos a tragédia humanitária, em todos os setores da vida dos brasileiros, em que nos encontramos. Será essa a narrativa que entrará para a história, com a chance ainda de aparecem outros atos ilegítimos e ilegais da turma de Curitiba que lhes reservem um papel ainda pior na história política do nosso país.

O fato de o STF ter decidido pela parcialidade de Sérgio Moro e a recente decisão do Comitê de Direitos Humanos da ONU, com sede em Genebra, que também aponta a parcialidade do ex-juiz funcionaram como um crivo de legitimidade da decisão tomada, sobretudo, quando esse Outro que impõe a lei d e fora é a ONU, insuspeita de estar infestada de petistas.

No entanto, Moro e parte da imprensa, como a jornalista da Globo news Maria Beltrão, insistem na ideia de que a constatação de um processo ilegal não prova a inocência do ex-presidente. O advogado Marco Aurélio de Carvalho, coordenador do grupo Prerrogativas, desmonta a falácia supracitada mencionando um truísmo: no Brasil, quem não é culpado é inocente, ou seja, existe presunção de inocência e não de culpabilidade.

Entramos no ponto que gostaríamos de comentar: o pressuposto por trás da perseguição midiática e judicial a Lula é de que ele é culpado. Afinal, qual é a culpa de Lula? Ora, apesar da varredura feita pela política federal na vida de Lula, na vida de seus familiares (incluindo na de Lulinha, o suposto dono da Friboi, e na de seu neto de 4 anos, que teve um laptop apreendido pelos federais), não se logrou encontrar os milhões ou bilhões, fazendas, etc. que Lula teria roubado.

Situação muito diferente de muitos dos demais políticos, cujos auxiliares foram filmados com malas de dinheiro; que possuem contas na Suiça, fazendas no norte mineiro; cuja família participa de rachadinhas e dispõe de um império imobiliário, etc. Para esses, no entanto, não parece ser atribuída culpabilidade nem preocupação de levar adiante diligências ou investigações. Afinal, qual é a culpa de Lula?

É simples: é o fato de ele ter chegado do Nordeste num pau de arara, ter sido operário e ter ousado realizar, apesar de insuficiências e de críticas válidas, o melhor governo que o Brasil já teve. Trata-se para retomar os clássicos de alguém da senzala ter sentado na sala de jantar da casa grande. No Brasil, isso é imperdoável. É como se o mundo estivesse virado de ponta a cabeça. É um real que as classes privilegiadas não conseguem simbolizar. É um real que sempre será causa de grande desconforto. Ele será assim eternamente culpado.

*Lorenzo Vitral é professor titular de linguística da Faculdade de Letras da UFMG.

 

Veja neste link todos artigos de

AUTORES

TEMAS

MAIS AUTORES

Lista aleatória de 160 entre mais de 1.900 autores.
Kátia Gerab Baggio Francisco Fernandes Ladeira Gerson Almeida José Dirceu Luis Felipe Miguel Chico Alencar Flávio Aguiar João Adolfo Hansen Valerio Arcary Antônio Sales Rios Neto Bento Prado Jr. Daniel Costa Manchetômetro Luiz Bernardo Pericás Chico Whitaker Eleutério F. S. Prado Ladislau Dowbor Francisco de Oliveira Barros Júnior Bruno Fabricio Alcebino da Silva Leonardo Boff Marcelo Guimarães Lima José Costa Júnior Annateresa Fabris Dennis Oliveira Matheus Silveira de Souza Alexandre Aragão de Albuquerque Ricardo Musse Marilia Pacheco Fiorillo Lorenzo Vitral Bruno Machado Jean Pierre Chauvin Luiz Renato Martins Paulo Sérgio Pinheiro Sandra Bitencourt Andrés del Río Bernardo Ricupero Mário Maestri Walnice Nogueira Galvão Gilberto Lopes Antonino Infranca Michael Löwy Gilberto Maringoni Luís Fernando Vitagliano Daniel Afonso da Silva Ricardo Antunes Paulo Fernandes Silveira Dênis de Moraes Berenice Bento José Geraldo Couto Maria Rita Kehl Ronald Rocha Priscila Figueiredo Mariarosaria Fabris Plínio de Arruda Sampaio Jr. Tarso Genro Henri Acselrad Tadeu Valadares Ricardo Fabbrini Paulo Capel Narvai Eugênio Bucci Luciano Nascimento Atilio A. Boron Flávio R. Kothe José Luís Fiori Ronald León Núñez Leonardo Avritzer João Sette Whitaker Ferreira Alysson Leandro Mascaro Slavoj Žižek Leda Maria Paulani Paulo Nogueira Batista Jr Claudio Katz Ricardo Abramovay Luiz Roberto Alves Renato Dagnino Celso Frederico José Micaelson Lacerda Morais Luiz Eduardo Soares Luiz Werneck Vianna Afrânio Catani Daniel Brazil Yuri Martins-Fontes Tales Ab'Sáber Eliziário Andrade Carla Teixeira Luiz Carlos Bresser-Pereira João Feres Júnior Everaldo de Oliveira Andrade Antonio Martins José Machado Moita Neto Valerio Arcary André Singer Osvaldo Coggiola Marcos Aurélio da Silva Vinício Carrilho Martinez Armando Boito Leonardo Sacramento Heraldo Campos Jorge Branco Jean Marc Von Der Weid Salem Nasser Andrew Korybko Marjorie C. Marona Michael Roberts Anselm Jappe Marilena Chauí Eugênio Trivinho Benicio Viero Schmidt Francisco Pereira de Farias Eleonora Albano Denilson Cordeiro Alexandre de Freitas Barbosa Ronaldo Tadeu de Souza Fernão Pessoa Ramos Alexandre de Lima Castro Tranjan José Raimundo Trindade Elias Jabbour Lincoln Secco Marcus Ianoni Caio Bugiato João Carlos Loebens Rubens Pinto Lyra Rafael R. Ioris João Carlos Salles Fábio Konder Comparato Jorge Luiz Souto Maior Marcos Silva Érico Andrade Ari Marcelo Solon Juarez Guimarães Rodrigo de Faria Julian Rodrigues João Paulo Ayub Fonseca Manuel Domingos Neto Carlos Tautz Airton Paschoa Michel Goulart da Silva Eduardo Borges Celso Favaretto Luiz Marques Otaviano Helene Fernando Nogueira da Costa Henry Burnett Remy José Fontana Milton Pinheiro Liszt Vieira Marcelo Módolo Vanderlei Tenório Igor Felippe Santos Samuel Kilsztajn Paulo Martins João Lanari Bo André Márcio Neves Soares Gabriel Cohn Boaventura de Sousa Santos Thomas Piketty Lucas Fiaschetti Estevez Sergio Amadeu da Silveira Vladimir Safatle Anderson Alves Esteves

NOVAS PUBLICAÇÕES

Pesquisa detalhada