As ideias precisam circular. Ajude A Terra é Redonda a seguir fazendo isso.

Fragmentos XVI

Whatsapp
Facebook
Twitter
Instagram
Telegram

Por AIRTON PASCHOA*

Oito peças curtas

Cálculo

Faz de conta que o mundo tem jeito
que a vida tem remédio faz de conta.
Que a vida é brincadeira que andamos de mãos dadas e
cirandamos sem parar. Faz de conta que
somos desiguais em paz
ou somos iguais sem parada
faz de conta.

Faz de conta
que custa pouco. E o pouco que custa
faz de conta que tem
pronto socorro
que o cálculo
cada vez mais dói
cada vez menos.
Faz de conta.

 

Parada

Feriados há tão parados que sentimos comichão de parada.

Desta quadra não vemos senão túmulos, túmulos e mais túmulos, suntuosos uns, quase mausoléus, outros nem tanto, só cova e olhos, simplórios a maioria, beirando carneiros.

De vez em quando aponta um verme e logo se recolhe desapontado. Nada, nem cardíaca. Voltemos ao repasto.

 

Aos nossos pais

In memoriam

Perdoem a cara deslavada, a falta de espaço etc., os dias são assim. Festa houve, tão breve, que muitos pensam não passou de sonho. Lavamos, esfregamos bem os olhos, os dias são assim. Mais difícil talvez é contar-lhes a transformação. Nós o colhemos e provamos e, como direi? é e não é o gosto, é e não é o fruto… Não é dialética. Também não entendo muito bem, perdoem. Os dias são assim. Chamam de transformação genética. Transgênico é o fruto, transgênico o gosto — perdoem, o neologismo se impõe. E se impôs tão democraticamente que não temos mais como falar aos nossos filhos. Os dias são assim.

 

Montanha & praia

Tocar poesia! quando milhões e milhões seguem enredados astros de futebol, estrelas de novela, quando não estrelas e astros ascendidos e acendidos pelas próprias redes, quando mal toca, terrena todavia, milhares e milhares que se espraiam e amontoam.

 

Réquiem brazuca

Não terminou a tempo mestre Pazzo, elo de tradicional banda militar. O coro, o que resta, permanece boquiaberto. Surdo, o regente prefere a batuta bazuca. O auditório, anestesiado, toma por celesta o tinir de lâminas.

 

[degaullando]

Faço saber, a quem interessar possa, que deixe de ser turrão! de levar a sério o torrão fatal; sério, ele leva você — pra campa, pro pinel, até pra rampa! Aprecie o grande elenco tentando disfarçar a farsa. Repare nos espirros de gente, nosocômicos, não? Sim, sim, graves são as consequências ao virarem esbirros, mas por isso mesmo havemos de casquinar menos? Não encasquete. Vai perder a cabeça e a cadeira?

 

[chorando]

Faço saber, a quem interessar bossa, que a alma brasileira é avessa a vale de lágrimas; aqui reina o chorinho. O negócio é levar na flauta. Pensa, que que compensa? O machete racha e o violão escora. Tudo é de palha e mal para em pé. O que pega fogo é o choro, mas a flauta sopra. Quem lá quer saber da ventania — cortante que nem guilhotina! da legião de arcos? Chorões, aquela, “Toco-toco no bafu”, nossa alma, nossa palma, por favor.

 

[praguimatismo]

Faço saber, a quantos imaginar possa, wow! que país fora este! Quem não needs de amor, carinho, proteção? Há resistir ao protetorado paternal, maternal, eternal? Por alguma razão de ordem unida qualquer, porventura metafísica, nosso interesse não se concentra neste território. Por que então desdenhá-la, a proposta de intervenção — mister desfazer o mal-entendido! insight de interação, amiga, amorosa, de parte da América nossa de cada dia? Don’t forgetam o nome, inspirador, de tamanha democrata mam, Pam Keith.

Não digo this nem please pelas moças, que adorariam kids de fitar claro e anelos dourados, que nem nas glamorosas fitas, nem mesmo pelo English gratuito desde o berçário, o que não é pouco, tampouco por minha sofrida corporação, em meio a cujas gerações vindouras já me vejo vicejar (mas presidente de honra, ora!) em merecida memória, com conduzi-las a gosto ao Panteão das Letras, a cujo ingresso naturalmente assegura a língua soldadã do mundo. Minha razão íntima pode soar praguimática; entretanto, cá entre us, sonhos e suspiros… who não trocaria por pankeikh?

*Airton Paschoa é escritor, autor, entre outros livros, de Ver Navios (e-galáxia, 2021, 2.ª edição, revista).

 

 

AUTORES

TEMAS

MAIS AUTORES

Lista aleatória de 160 entre mais de 1.900 autores.
Luiz Eduardo Soares Marcelo Guimarães Lima Marcos Aurélio da Silva Ricardo Antunes José Raimundo Trindade Liszt Vieira Vanderlei Tenório Luiz Marques Vladimir Safatle Jorge Luiz Souto Maior Luiz Bernardo Pericás Alexandre de Freitas Barbosa Daniel Afonso da Silva Carlos Tautz Leda Maria Paulani Vinício Carrilho Martinez Gilberto Lopes Eugênio Bucci Paulo Nogueira Batista Jr Chico Whitaker Heraldo Campos Lucas Fiaschetti Estevez Anselm Jappe Benicio Viero Schmidt Érico Andrade Caio Bugiato André Singer Ronald León Núñez Igor Felippe Santos Dennis Oliveira Daniel Costa José Luís Fiori Osvaldo Coggiola Marcus Ianoni Michael Löwy Marilia Pacheco Fiorillo Marilena Chauí Henry Burnett Luiz Costa Lima Ronaldo Tadeu de Souza Claudio Katz Rodrigo de Faria Bernardo Ricupero Luís Fernando Vitagliano Luiz Renato Martins Alexandre de Lima Castro Tranjan Luiz Carlos Bresser-Pereira José Costa Júnior Leonardo Sacramento Alexandre Aragão de Albuquerque Marcos Silva Maria Rita Kehl Dênis de Moraes Ricardo Fabbrini Bruno Machado Gabriel Cohn Kátia Gerab Baggio Jean Marc Von Der Weid João Lanari Bo Ricardo Abramovay André Márcio Neves Soares Salem Nasser Francisco Fernandes Ladeira Juarez Guimarães Denilson Cordeiro Fernando Nogueira da Costa Luciano Nascimento João Carlos Salles João Sette Whitaker Ferreira Celso Favaretto Leonardo Boff Ronald Rocha Plínio de Arruda Sampaio Jr. Mário Maestri Andrew Korybko Henri Acselrad Paulo Fernandes Silveira Ladislau Dowbor Anderson Alves Esteves Walnice Nogueira Galvão Ari Marcelo Solon Flávio Aguiar Slavoj Žižek Bento Prado Jr. Antônio Sales Rios Neto Carla Teixeira Flávio R. Kothe Manuel Domingos Neto Chico Alencar Leonardo Avritzer João Adolfo Hansen João Paulo Ayub Fonseca Valério Arcary Airton Paschoa Lincoln Secco Michael Roberts Eliziário Andrade Rafael R. Ioris Milton Pinheiro Eleonora Albano Paulo Martins Afrânio Catani Luiz Roberto Alves Ricardo Musse Annateresa Fabris Mariarosaria Fabris Paulo Sérgio Pinheiro Gerson Almeida João Carlos Loebens Antonio Martins Jorge Branco José Machado Moita Neto José Micaelson Lacerda Morais Valerio Arcary Elias Jabbour Fábio Konder Comparato Tales Ab'Sáber Luis Felipe Miguel Luiz Werneck Vianna Paulo Capel Narvai Sergio Amadeu da Silveira Celso Frederico Alysson Leandro Mascaro Tadeu Valadares Eleutério F. S. Prado Manchetômetro Jean Pierre Chauvin Fernão Pessoa Ramos Roberto Noritomi José Dirceu Otaviano Helene José Geraldo Couto Rubens Pinto Lyra Julian Rodrigues Tarso Genro Berenice Bento Bruno Fabricio Alcebino da Silva Antonino Infranca Armando Boito Remy José Fontana Yuri Martins-Fontes Roberto Bueno Marcelo Módolo Marjorie C. Marona Boaventura de Sousa Santos Thomas Piketty Francisco de Oliveira Barros Júnior Daniel Brazil Samuel Kilsztajn Eduardo Borges Atilio A. Boron Priscila Figueiredo Renato Dagnino Gilberto Maringoni Lorenzo Vitral Eugênio Trivinho Francisco Pereira de Farias Everaldo de Oliveira Andrade João Feres Júnior Sandra Bitencourt

NOVAS PUBLICAÇÕES

Pesquisa detalhada