As ideias precisam circular. Ajude A Terra é Redonda a seguir fazendo isso.

O cartão corporativo e a lanchonete

Imagem: Agruban
Whatsapp
Facebook
Twitter
Instagram
Telegram

Por PAULO CAPEL NARVAI*

Jair Bolsonaro financiou a ação de golpistas, pagando comida com dinheiro público?

Perguntaram-me sobre o uso de cartões corporativos, numa dessas conversas em grupo de WhatsApp. O uso por Bolsonaro e por… Lula e Dilma Rousseff, que teriam feito algo parecido, nos seus governos.

Era um contexto moral e as implicações políticas disso. A indagação era se esse uso poderia violar o princípio constitucional da moralidade na administração pública? Minha resposta foi “não”.

Quando um agente público usa um cartão corporativo, seus gastos estão previamente autorizados, para desburocratizar e agilizar suas ações. Trata-se de modernização administrativa para otimizar o uso do tempo de trabalho de autoridades públicas. Mas são, apenas, tecnologia. Portanto, esse uso não é bom nem mau, por si. Tudo depende do uso que se faz dos cartões.

A CIA usa. A NASA usa.

Já pensou um agente da CIA pedindo autorização para comprar um kibe? Um astronauta pedindo a um funcionário autorização para encher o tanque do seu carro, a caminho do trabalho?

O sujeito compra, paga e, outro funcionário da administração avalia os gastos dele, aplicando o princípio da razoabilidade.  Se os gastos são compatíveis com a operação, ok, aprova-se. Se algo destoa, pede-se explicação ao titular do cartão.

O que houve no governo Lula?

Orlando Silva, então ministro dos Esportes, pagou por uma tapioca, usando o cartão corporativo. Poderia estar em alguma missão, durante o horário de trabalho. Ou saindo de uma sessão de cinema. Era ministro de Estado. A mídia fez um barulho enorme com esse episódio. Para evitar o que houve, o ministro de Lula poderia ter pago a tapioca com o cartão pessoal. Mas usou o corporativo. Pois foi o que bastou para ser “crucificado” pela sanha udenista, sobretudo à direita, mas também à esquerda. Ou seja, o uso da tecnologia está e estará, sempre, condicionado à política.

Mas, atenção: que tal ir ao que é relevante no uso do cartão de Jair Bolsonaro, na lanchonete paulistana? O que houve? Ele resolveu simplesmente “dar um troco” para um amigo? Claro que não. O dono do estabelecimento comercial, seja quem for, foi provavelmente fornecedor de lanches para o acampamento golpista montado na frente do quartel. É isso que deve ser investigado. Jair Bolsonaro financiou a ação de golpistas, pagando comida com dinheiro público?

Penso que é disso que se trata, hoje, agora. Esclarecer se Jair Bolsonaro está envolvido em mais essa, depois de tantas.

Falo “em tese”, decerto, pois nem sei se os gastos na lanchonete de São Paulo são contemporâneos do acampamento de golpistas. Por isso, é preciso investigar…

*Paulo Capel Narvai é professor titular sênior de Saúde Pública na USP. Autor, entre outros livros, de SUS: uma reforma revolucionária (Autêntica)

 

O site A Terra é Redonda existe graças aos nossos leitores e apoiadores.
Ajude-nos a manter esta ideia.
Clique aqui e veja como

AUTORES

TEMAS

MAIS AUTORES

Lista aleatória de 160 entre mais de 1.900 autores.
Mário Maestri Érico Andrade Vinício Carrilho Martinez Valerio Arcary Elias Jabbour Maria Rita Kehl Fábio Konder Comparato Rubens Pinto Lyra Antonio Martins Everaldo de Oliveira Andrade Ari Marcelo Solon Francisco Pereira de Farias José Raimundo Trindade Marilia Pacheco Fiorillo Michael Roberts Leonardo Boff Yuri Martins-Fontes André Singer Luciano Nascimento Eliziário Andrade João Lanari Bo Salem Nasser Afrânio Catani Alexandre Aragão de Albuquerque Liszt Vieira Henri Acselrad Jorge Luiz Souto Maior Juarez Guimarães Marcus Ianoni Andrew Korybko Paulo Capel Narvai Antonino Infranca Chico Alencar Roberto Bueno Carlos Tautz Manchetômetro Ricardo Musse João Carlos Salles Marilena Chauí Osvaldo Coggiola Marcos Silva Ronald León Núñez Claudio Katz Fernão Pessoa Ramos Samuel Kilsztajn Leonardo Sacramento Tadeu Valadares Caio Bugiato Manuel Domingos Neto João Carlos Loebens Julian Rodrigues Dênis de Moraes Slavoj Žižek Luis Felipe Miguel Walnice Nogueira Galvão Heraldo Campos Annateresa Fabris André Márcio Neves Soares Tales Ab'Sáber Lorenzo Vitral Leda Maria Paulani Airton Paschoa Jean Pierre Chauvin Otaviano Helene Armando Boito Flávio R. Kothe Eduardo Borges Benicio Viero Schmidt Daniel Costa Jorge Branco Marcelo Módolo João Paulo Ayub Fonseca Paulo Fernandes Silveira José Micaelson Lacerda Morais Valério Arcary Marcelo Guimarães Lima Daniel Afonso da Silva Ricardo Fabbrini José Geraldo Couto João Sette Whitaker Ferreira Vanderlei Tenório Eleutério F. S. Prado Atilio A. Boron Antônio Sales Rios Neto Denilson Cordeiro Marcos Aurélio da Silva Eleonora Albano Henry Burnett Bruno Machado Chico Whitaker Michael Löwy Celso Favaretto Luiz Bernardo Pericás Luiz Eduardo Soares Paulo Nogueira Batista Jr Leonardo Avritzer Gabriel Cohn Gilberto Lopes Remy José Fontana Dennis Oliveira Luiz Roberto Alves Boaventura de Sousa Santos Jean Marc Von Der Weid Fernando Nogueira da Costa Marjorie C. Marona Tarso Genro Eugênio Trivinho João Adolfo Hansen Anselm Jappe Francisco de Oliveira Barros Júnior Luiz Werneck Vianna Rodrigo de Faria Paulo Sérgio Pinheiro Luís Fernando Vitagliano Eugênio Bucci Ladislau Dowbor Lincoln Secco Renato Dagnino Ronaldo Tadeu de Souza Kátia Gerab Baggio Igor Felippe Santos Celso Frederico Priscila Figueiredo Paulo Martins Ricardo Abramovay Daniel Brazil Roberto Noritomi Gerson Almeida Luiz Marques Bruno Fabricio Alcebino da Silva Anderson Alves Esteves Alexandre de Lima Castro Tranjan Rafael R. Ioris José Luís Fiori Lucas Fiaschetti Estevez Flávio Aguiar Milton Pinheiro Ricardo Antunes Carla Teixeira Francisco Fernandes Ladeira João Feres Júnior José Dirceu Mariarosaria Fabris José Machado Moita Neto Luiz Renato Martins Alexandre de Freitas Barbosa Sandra Bitencourt José Costa Júnior Sergio Amadeu da Silveira Luiz Carlos Bresser-Pereira Luiz Costa Lima Bento Prado Jr. Bernardo Ricupero Alysson Leandro Mascaro Thomas Piketty Vladimir Safatle Berenice Bento Ronald Rocha Plínio de Arruda Sampaio Jr. Gilberto Maringoni

NOVAS PUBLICAÇÕES

Pesquisa detalhada