As ideias precisam circular. Ajude A Terra é Redonda a seguir fazendo isso.

Um contra todos. Todos contra um

Imagem: Grupo de Ação
Whatsapp
Facebook
Twitter
Instagram
Telegram

Por JEAN PIERRE CHAUVIN*

Engana-se quem imagina que defender as inações e bravatas do mitômano seja privilégio de fanáticos “não-letrados” ou “ignorantes”

“A culpa caberá inteiramente aos senhores. Quanto a nós, saberemos como agir…” (Jorge Amado, Os Ásperos Tempos).

Uns viveram a Beatlemania; outros sofrem a Mitomania. E o duplo sentido é, sim, intencional. Eu até convidaria os desgovernantes desta terra-de-ninguém para o debate; mas, convenhamos, eles mal sabem ler (e alguns nem sabem falar): só entendem de confronto e negacionismo. Aliás, o que entendem de Brasil? Desde quando ser moderno é aplicar canhestramente as regras dos Chicago Boys e virar as costas para quase todos? Quanto ao resto da camarilha, os poucos que parecem lúcidos são tão ou mais cínicos que o necro(co)mandante da imensa republiqueta: usam toda a sua expertise para o malefício de quase todos e a salvaguarda de amigos que devem à lei, à moral e ao fisco.

Desde que foi instalada a CPI da Covid, em 27 de abril de 2021, o desgoverno está em polvorosa. Até mesmo o “cidadão de bem”, isentão que anulou orgulhosamente o voto e odeia “discutir política” (como se tive alguma noção de alteridade, geopolítica e ciência social), precisa reconhecer: o desgoverno sempre esteve em polvorosa, no pior sentido do termo. Mas, desta vez, ainda que a Comissão Parlamentar de Inquérito termine em conchavos impenetráveis – sem responsabilizar ou punir ninguém –, o que mais importa é abalar de vez a imagem e o discurso desses incompetentes nefastos, expondo pela enésima vez o seu sistema de desgoverno, ancorado em ressentimento, falácia, negligência com as pessoas e subserviência aos Estados Unidos: dependência ou morte.

Infeliz do brasileiro que lê regularmente, num país em que a maioria da população não tem acesso a livros ou revistas que não sejam manuais de autoajuda, coaching e canalhices daquele ideólogo-mentor dos escrotos; que interpreta os fatos criticamente, em meio aos adoradores cegos do mitômano; que, paramentado com máscara e portando álcool gel, cruza ruas tomadas por sujeitos que não se previnem; que insiste em ser republicano, num território dominado por pastores que assaltam os fiéis sem qualquer resistência do STF + madeireiros que expulsam os índios, destroem o mato, a fauna e a flora + ministros onerosos e vadios que, em vez de aconselhar o capitão, reforçam a política genocida, como cúmplices da bala, do agronegócio e da fé oportunista.

Engana-se quem imagina que defender as inações e bravatas do mitômano seja privilégio de fanáticos “não-letrados” ou “ignorantes”. Ontem, num café do nobilitante Higienópolis (o nome do bairro é bem sugestivo), escutei duas mulheres metidas a madame a defender o segundo voto no sujeito (em 2022) e a questionar, aos gritos, a eficácia no uso da máscara… Enquanto o brasileiro confundir patriotismo com defesa de privilégios; relativo êxito pessoal com descaso absoluto pelos outros… Enquanto ele supuser que a camiseta da CBF simboliza armadura pró-civismo, não haverá mudança de base, nem estrutural.

Este território desigual, esta terra que é só dos outros… Isto aqui, seja o que for, nem começou e já acabou. Torçamos para que, ao menos, a opção à mitomania autocrática seja um governo menos impostor, menos capacho dos EUA, menos ultraliberal, menos genocida e menos hipócrita. Eventualmente, se o a mais vier, estaremos apenas compensando as agruras a que os donos do poder nos submetem, pelo menos desde 2016.

*Jean Pierre Chauvin é professor na Escola de Comunicações e Artes da USP.

 

AUTORES

TEMAS

MAIS AUTORES

Lista aleatória de 160 entre mais de 1.900 autores.
Manuel Domingos Neto Lorenzo Vitral Alexandre Aragão de Albuquerque Francisco Fernandes Ladeira Tales Ab'Sáber Fernando Nogueira da Costa Samuel Kilsztajn Roberto Noritomi Michael Löwy Ricardo Antunes Mário Maestri Vladimir Safatle Priscila Figueiredo João Feres Júnior Eugênio Bucci Luiz Bernardo Pericás Claudio Katz Luiz Carlos Bresser-Pereira Heraldo Campos Paulo Fernandes Silveira Caio Bugiato Rafael R. Ioris Lucas Fiaschetti Estevez Luis Felipe Miguel Atilio A. Boron Alexandre de Lima Castro Tranjan Paulo Nogueira Batista Jr Tadeu Valadares Ladislau Dowbor Renato Dagnino Gilberto Lopes Luís Fernando Vitagliano Daniel Brazil Valerio Arcary Kátia Gerab Baggio Daniel Costa José Costa Júnior Afrânio Catani Michael Roberts Maria Rita Kehl Leda Maria Paulani Paulo Sérgio Pinheiro Juarez Guimarães Bruno Machado Anderson Alves Esteves Eugênio Trivinho Airton Paschoa Annateresa Fabris Rubens Pinto Lyra Eliziário Andrade Rodrigo de Faria Sandra Bitencourt Marcelo Guimarães Lima Jorge Luiz Souto Maior Fábio Konder Comparato Leonardo Avritzer Jorge Branco Gabriel Cohn Armando Boito Leonardo Sacramento Luiz Eduardo Soares Luiz Renato Martins Ricardo Abramovay Marcus Ianoni Bento Prado Jr. Denilson Cordeiro José Dirceu Luiz Costa Lima Francisco Pereira de Farias Walnice Nogueira Galvão Elias Jabbour Bernardo Ricupero Salem Nasser Marilia Pacheco Fiorillo Carlos Tautz Dennis Oliveira José Luís Fiori Antonino Infranca Henri Acselrad Flávio Aguiar Eleonora Albano Benicio Viero Schmidt Lincoln Secco José Geraldo Couto Marjorie C. Marona Yuri Martins-Fontes Otaviano Helene Marilena Chauí Manchetômetro Vinício Carrilho Martinez Marcos Aurélio da Silva Plínio de Arruda Sampaio Jr. João Lanari Bo Francisco de Oliveira Barros Júnior Celso Frederico Celso Favaretto Everaldo de Oliveira Andrade Ronaldo Tadeu de Souza Igor Felippe Santos João Sette Whitaker Ferreira Érico Andrade Alysson Leandro Mascaro Luiz Marques Roberto Bueno Julian Rodrigues Marcelo Módolo Mariarosaria Fabris Chico Whitaker Liszt Vieira André Singer Jean Pierre Chauvin Ronald Rocha José Micaelson Lacerda Morais Henry Burnett Berenice Bento Anselm Jappe Luiz Werneck Vianna Thomas Piketty Flávio R. Kothe Boaventura de Sousa Santos Chico Alencar Andrew Korybko João Adolfo Hansen Antonio Martins André Márcio Neves Soares Ronald León Núñez Daniel Afonso da Silva Ricardo Musse José Raimundo Trindade Milton Pinheiro Carla Teixeira Valério Arcary Alexandre de Freitas Barbosa Gerson Almeida Sergio Amadeu da Silveira Luciano Nascimento Marcos Silva Tarso Genro Eleutério F. S. Prado Luiz Roberto Alves Bruno Fabricio Alcebino da Silva José Machado Moita Neto Paulo Capel Narvai Remy José Fontana João Paulo Ayub Fonseca Vanderlei Tenório João Carlos Salles Fernão Pessoa Ramos João Carlos Loebens Osvaldo Coggiola Ari Marcelo Solon Antônio Sales Rios Neto Slavoj Žižek Jean Marc Von Der Weid Ricardo Fabbrini Leonardo Boff Dênis de Moraes Gilberto Maringoni Paulo Martins Eduardo Borges

NOVAS PUBLICAÇÕES

Pesquisa detalhada