Ditadura da alegria

El Lissitzky, Epopeia. Literaturnyi sbornik, nos. 1-4 - 1922-1923
Whatsapp
Facebook
Twitter
Instagram
Telegram

Por CAMILA GÓES*

Dois poemas

100 mil

Na ditadura da alegria, os sorrisos são congelados e passa-se bem” graças a Deus”
Aqui não se abriga a possibilidade de sofrer, nem de contestar
Nesta Terra, plana como um papel, quando há sinistra cifra de 100 mil mortos
buzinam os carros o campeonato vencido
O sofrimento é absolutamente proibido!
As casas são montadas para o repelir, protegidas com a mais moderna tecnologia
O sofrimento “é de cor” e anda descalço e mora longe
Também não se pode falar em pobreza, é uma regra gramatical!
A língua, por sua vez, é miserável
Nos faltam tantas palavras…
100 mil vidas “se foram”, é impossível enunciar a morte
Expressar a dor é como falar uma língua estranha,
E amontoada como angústia, às vezes transborda no vermelho dos olhos
Uma cor que brota em cenário “clean”
Fala-se, então, um idioma indigente
Aqui também o conflito é pecado, e a diferença é vergonha
As conversas, muito bem ensaiadas, nunca fogem às normas
Sem tensão, não se faz necessário pensar…. ufa!
O outro simplesmente não há, a não ser, talvez, como criança
A quem acatamos as ordens, com profundo alívio
E tudo sempre é uma questão de educação, “um grande mal-entendido”
Se não há outro, não há fala, não há escuta…
A língua se contorce em eufemismos para dar conta do que não sabe, não quer e não tolera dizer
Não há morte, não há dor, não há conflito
… o “ruído”
Um eufemismo entre muitos nesta Terra
onde faz calor, mas trememos de frio

 

200 mil

A parte de mim que quer morrer sente inveja
Sim, porque há sempre uma parte que deseja a morte em todos nós
E nesse momento, é ela quem festeja e parece estarsaciada
Satisfeita, uma vez que é gulosa de morte, e morte tem muita
É essa a partequenão se constrange e não vê notícias,
mas que é bem versada sobre as novidades…
Reina triunfante a ideologia, a inverter todos os termos
Alimenta com fartura aquela parte desesperada de nós,
que despreza a realidade quando esta parece verdadeiramente insuportável
E essa nem é a parte mais desprezível que nos constitui, afinal humana
Tem ainda aquela outra, mais específica: verde amarelabranca azul anil
mas que é sobretudo branca
Que goza ao mostrar que pode sim e que paga por isso!
A liberdade aqui tem suas particularidades: se herda, mas também se compra
Não nos vacinaremos, tão afeitos somos à doença, mas sempre volúveis: não nos retire o direito de pagar por isso!
O que importa é assegurar o lugar de fala, este de quem vos fala em primeiro e segundo grau, o senhor de engenho e seu neto miliciano
A reinar soberano as mentes e corações fracos de nosso povo
Cenários paradisíacos se alternam por entre páginas e mais páginas de obituário
Que nos chegam pelas redes, correios, pesadelos e terríveis telefonemas
Num espetáculo grotesco de verdade em que se suspendem as máscaras,
Uma guerra silenciosa se instala entre os que interditam a palavra morte e a morte que insiste em rodear
Mas não se sente mais o cheiro do enxofre, infectados parecem estar todos
Pelo vírus que liberta os sete anjos e as sete trombetas, mas obstruinossas fossas nasais.

*Camila Góes é doutora em ciência política pela Unicamp. Autora de Existe um pensamento político subalterno? (Alameda).

 

Veja neste link todos artigos de

AUTORES

TEMAS

MAIS AUTORES

Lista aleatória de 160 entre mais de 1.900 autores.
Paulo Sérgio Pinheiro Flávio R. Kothe Rubens Pinto Lyra Daniel Costa Paulo Nogueira Batista Jr Anderson Alves Esteves Ricardo Musse Andrés del Río Michael Roberts Francisco Fernandes Ladeira Daniel Brazil Gilberto Lopes Rafael R. Ioris Leda Maria Paulani Andrew Korybko Daniel Afonso da Silva Heraldo Campos Jean Pierre Chauvin João Carlos Loebens Thomas Piketty João Adolfo Hansen Maria Rita Kehl Ricardo Antunes Marilena Chauí Leonardo Boff Gerson Almeida Lincoln Secco Gilberto Maringoni Carlos Tautz Bruno Fabricio Alcebino da Silva José Dirceu Jorge Branco José Geraldo Couto Eleutério F. S. Prado Walnice Nogueira Galvão Eugênio Bucci Armando Boito Kátia Gerab Baggio Alexandre de Freitas Barbosa João Carlos Salles Ronald León Núñez Priscila Figueiredo Luiz Roberto Alves Mário Maestri Salem Nasser Tarso Genro Slavoj Žižek Bento Prado Jr. Marcelo Guimarães Lima João Lanari Bo Renato Dagnino Dennis Oliveira Luis Felipe Miguel Caio Bugiato Airton Paschoa José Machado Moita Neto Jorge Luiz Souto Maior Bruno Machado Chico Alencar Liszt Vieira Mariarosaria Fabris Gabriel Cohn Samuel Kilsztajn José Costa Júnior Chico Whitaker Ricardo Abramovay Ronald Rocha José Luís Fiori Claudio Katz Manchetômetro Marilia Pacheco Fiorillo Juarez Guimarães Sergio Amadeu da Silveira Paulo Martins Remy José Fontana Everaldo de Oliveira Andrade Luiz Marques Marcus Ianoni Henry Burnett Michael Löwy Julian Rodrigues Antônio Sales Rios Neto João Feres Júnior Érico Andrade Vanderlei Tenório Alexandre Aragão de Albuquerque Jean Marc Von Der Weid Dênis de Moraes Sandra Bitencourt Matheus Silveira de Souza Carla Teixeira Eliziário Andrade Lucas Fiaschetti Estevez Afrânio Catani Vladimir Safatle Fábio Konder Comparato Eleonora Albano Marcelo Módolo José Raimundo Trindade Ari Marcelo Solon Ricardo Fabbrini Boaventura de Sousa Santos Luiz Carlos Bresser-Pereira Alexandre de Lima Castro Tranjan Elias Jabbour Francisco de Oliveira Barros Júnior Henri Acselrad Eugênio Trivinho Luís Fernando Vitagliano Celso Favaretto Atilio A. Boron Vinício Carrilho Martinez Tales Ab'Sáber Ladislau Dowbor Francisco Pereira de Farias Paulo Fernandes Silveira Luiz Werneck Vianna Celso Frederico Annateresa Fabris Lorenzo Vitral Plínio de Arruda Sampaio Jr. Valerio Arcary Igor Felippe Santos Fernão Pessoa Ramos Otaviano Helene Tadeu Valadares Luiz Eduardo Soares Anselm Jappe José Micaelson Lacerda Morais André Márcio Neves Soares Marjorie C. Marona Benicio Viero Schmidt Osvaldo Coggiola João Sette Whitaker Ferreira Luiz Renato Martins Paulo Capel Narvai Alysson Leandro Mascaro Denilson Cordeiro Manuel Domingos Neto Valerio Arcary Marcos Silva Flávio Aguiar Michel Goulart da Silva Antonio Martins Fernando Nogueira da Costa João Paulo Ayub Fonseca Ronaldo Tadeu de Souza Milton Pinheiro Bernardo Ricupero Marcos Aurélio da Silva Leonardo Avritzer Yuri Martins-Fontes Luciano Nascimento Eduardo Borges Rodrigo de Faria Antonino Infranca Berenice Bento André Singer Leonardo Sacramento Luiz Bernardo Pericás

NOVAS PUBLICAÇÕES

Pesquisa detalhada