As ideias precisam circular. Ajude A Terra é Redonda a seguir fazendo isso.

Palestina – ter coragem para evitar o pior

Imagem: Khaled Hourani
Whatsapp
Facebook
Twitter
Instagram
Telegram

Por VÁRIOS AUTORES*

A paz no Oriente Médio depende do fim da ocupação ilegal dos territórios palestinos e do apartheid

Enquanto assistimos horrorizados à intolerável perda de milhares de vidas e ao enorme sofrimento do povo palestino, vemos com grande preocupação o assédio e a tentativa de silenciamento das opiniões divergentes que fazem parte do debate público. Associar a defesa da causa palestina – o direito inalienável deste povo de viver em seu próprio território, respeitando todas as resoluções da ONU– ao antissemitismo e apoio ao terrorismo é operação sumamente desonesta e afronta aos direitos humanos.

Não é aceitável, sob nenhum argumento, a existência de um povo apátrida, vivendo segregado e em condições de um apartheid. Menos aceitável é a ausência de indignação internacional e de pressão institucional contra o governo israelense para que respeite a norma internacional, cumprindo as exigências da ONU sem subterfúgios.

Qualquer análise honesta de como chegamos a esse ponto de violência extremada deve começar lembrando que os palestinos que optaram por uma saída diplomática para o conflito com Israel foram traídos. A narrativa que não parta das razões do fracasso histórico dos acordos de Oslo e da total inação da comunidade internacional é falsa e enviesada. A falta de respeito a acordos internacionais de paz sempre produziu as piores consequências.

A tolerância da comunidade internacional com o desrespeito por Israel dos compromissos assumidos permitiu que ali se consolidasse um regime de apartheid contra os palestinos com o intuito de manter a dominação de um único grupo étnico e nacional. Não obstante 20% da população de Israel ser formada por palestinos, em 2018 foi aprovada a Lei Básica do Estado-nação, afirmando que “o direito ao exercício da autodeterminação nacional no Estado de Israel é exclusivo ao povo judeu”. Consolidava-se, assim, um sistema de segregação e desigualdade institucionalizada por leis e políticas em toda a Palestina histórica.

Neste momento, é incontornável enfrentar corajosamente o problema que afeta o mundo inteiro: a paz no Oriente Médio depende do fim da ocupação ilegal dos territórios palestinos e do apartheid. A circulação de discursos sobre a “enorme complexidade” da situação é falaciosa e tem como objetivo ocultar a continuidade da limpeza étnica do povo palestino.

A única resposta à tal dissimulação da realidade é a exigência de que finalmente os direitos inalienáveis do povo palestino sejam respeitados por Israel com a devolução dos territórios da Cisjordânia, de Jerusalém Oriental, da Faixa de Gaza e das colinas de Golã.

O sistema de segregação e discriminação contra o povo palestino, na sua própria terra, precisa dar lugar a um regime de respeito universal a todos que ali vivem. Somente o compromisso com a paz real, com soluções duradouras ancoradas no direito internacional e com o respeito à liberdade de expressão, pode produzir a consciência mundial capaz de eliminar as supremas injustiças a que os palestinos continuam submetidos.

Caso contrário, como disse José Saramago, Prêmio Nobel de Literatura: “Um dia se fará a história do sofrimento do povo palestino e ela será um monumento à indignidade e covardia dos povos”.

*Arlene Clemesha é professora de história árabe na USP.

*Marilena Chaui é Professora emérita da FFLCH-USP.

*Leda Paulani é professora titular da Faculdade de Economia e Administração da USP.

*Carlos Augusto Calil é professor titular na Escola de Comunicação e Artes da USP.

*Paulo Sérgio Pinheiro é professor de ciência política (FFLCH-USP) e ex-ministro de Direitos Humanos (governo FHC).

*Vladimir Safatle é professor titular de filosofia na USP.

Publicado originalmente no jornal Folha de S. Paulo.


A Terra é Redonda existe graças aos nossos leitores e apoiadores.
Ajude-nos a manter esta ideia.
CONTRIBUA

AUTORES

TEMAS

MAIS AUTORES

Lista aleatória de 160 entre mais de 1.900 autores.
Denilson Cordeiro Bruno Fabricio Alcebino da Silva Eliziário Andrade Daniel Brazil Henry Burnett Valerio Arcary Luís Fernando Vitagliano Milton Pinheiro Eleutério F. S. Prado Luiz Bernardo Pericás João Sette Whitaker Ferreira Leonardo Boff João Adolfo Hansen João Lanari Bo Carla Teixeira Gilberto Lopes Tarso Genro Eleonora Albano Osvaldo Coggiola Vanderlei Tenório Rafael R. Ioris Jean Pierre Chauvin Francisco Fernandes Ladeira Luiz Werneck Vianna Paulo Sérgio Pinheiro José Micaelson Lacerda Morais Anderson Alves Esteves Maria Rita Kehl Annateresa Fabris Gilberto Maringoni Celso Frederico João Carlos Salles Luiz Eduardo Soares Érico Andrade Liszt Vieira Michael Roberts Lucas Fiaschetti Estevez Alexandre Aragão de Albuquerque José Raimundo Trindade Michael Löwy Armando Boito Luiz Roberto Alves Igor Felippe Santos Walnice Nogueira Galvão Chico Whitaker Sergio Amadeu da Silveira Ricardo Abramovay Henri Acselrad Dênis de Moraes Eugênio Bucci Gerson Almeida Fernando Nogueira da Costa Benicio Viero Schmidt Leonardo Avritzer Alexandre de Lima Castro Tranjan José Luís Fiori Sandra Bitencourt Airton Paschoa Eduardo Borges Juarez Guimarães Alexandre de Freitas Barbosa Kátia Gerab Baggio Paulo Nogueira Batista Jr Renato Dagnino Rubens Pinto Lyra Rodrigo de Faria João Paulo Ayub Fonseca Chico Alencar Leonardo Sacramento Berenice Bento Marcos Silva Otaviano Helene Antonio Martins Slavoj Žižek André Singer Leda Maria Paulani Elias Jabbour Dennis Oliveira Marcelo Módolo Daniel Costa Daniel Afonso da Silva Luiz Marques Tales Ab'Sáber Fábio Konder Comparato Luiz Carlos Bresser-Pereira Luiz Costa Lima Afrânio Catani Marjorie C. Marona Fernão Pessoa Ramos Paulo Martins Mário Maestri Samuel Kilsztajn Claudio Katz Flávio R. Kothe João Carlos Loebens Ronald Rocha Francisco Pereira de Farias Ronaldo Tadeu de Souza José Machado Moita Neto Lorenzo Vitral Ari Marcelo Solon Salem Nasser Mariarosaria Fabris Vladimir Safatle Marcus Ianoni Jorge Branco Caio Bugiato Ladislau Dowbor Paulo Capel Narvai Priscila Figueiredo Thomas Piketty Tadeu Valadares Luis Felipe Miguel Paulo Fernandes Silveira Andrew Korybko Plínio de Arruda Sampaio Jr. Julian Rodrigues Manchetômetro Roberto Bueno Atilio A. Boron João Feres Júnior Marcos Aurélio da Silva Heraldo Campos Valério Arcary Ricardo Fabbrini Bruno Machado Luiz Renato Martins Marilia Pacheco Fiorillo Everaldo de Oliveira Andrade Bento Prado Jr. Jorge Luiz Souto Maior Marcelo Guimarães Lima Antônio Sales Rios Neto Carlos Tautz André Márcio Neves Soares Anselm Jappe Ricardo Musse Yuri Martins-Fontes Vinício Carrilho Martinez Marilena Chauí Ronald León Núñez Alysson Leandro Mascaro Jean Marc Von Der Weid Francisco de Oliveira Barros Júnior José Costa Júnior Manuel Domingos Neto Lincoln Secco José Geraldo Couto Remy José Fontana Flávio Aguiar Eugênio Trivinho Roberto Noritomi Celso Favaretto Gabriel Cohn Antonino Infranca Ricardo Antunes José Dirceu Bernardo Ricupero Boaventura de Sousa Santos Luciano Nascimento

NOVAS PUBLICAÇÕES

Pesquisa detalhada