As ideias precisam circular. Ajude A Terra é Redonda a seguir fazendo isso.

8 de março

Imagem: Elyeser Szturm
Whatsapp
Facebook
Twitter
Instagram
Telegram

Por Camila Moreno*

Informações e recomendações sobre o Dia Internacional das Mulheres.

8 de março é dia muito difícil para todas as mulheres. Não é fácil se entender como mulher em um mundo que oprime e mata as mulheres, aguentar as piadas machistas, as “homenagens” igualmente machistas de quem não se prontifica a mudar sua postura no mundo.

Seguem então algumas informações que tod@s deveriam saber sobre essa data:

1. Feminismo é um movimento anticapitalista, que compreende que a liberdade das mulheres só será alcançada em um outro modelo de sociedade. No capitalismo poderemos ter avanços pontuais, desde que não ameacem a exploração do trabalho e a propriedade privada. Feminismo é, portanto, necessariamente luta de classe.

2. Você possivelmente já ouviu e ouvirá amanhã que o 8 de março surgiu por causa de um incêndio em uma fábrica têxtil em Nova York que matou mais de cem trabalhadoras. Ora, essa história é uma lenda que inclusive apaga a origem política e socialista do dia Internacional da Mulher, resultado de uma proposta da líder comunista alemã Clara Zetkin. no II Congresso das Mulheres Socialistas em 1910 como uma data de mobilizações pelos direitos das trabalhadoras (ela não propôs um dia definido). O 8 de março se tornou o Dia Internacional da Mulher porque nessa data, em 1917, houve uma greve de trabalhadoras russas no bojo do início da Revolução Russa.

3. Feminismo não é girl power: Agora que você já sabe que o 8 de março é uma data socialista, também deve saber que o capitalismo é inteligente e que uma vez disseminada a data tenta ressignificá-la como uma comemoração moldurada por camisetas empoderadoras e uma suposta irmandade entre mulheres. Pois é, as lojas e as grandes marcas não são nossas amigas, o que elas querem é vender.

4. Se feminismo é luta de classe, também é preciso compreendê-lo como um movimento interseccional, observando que há mulheres que são privilegiadas e mulheres que sofrem uma sobreposição e intercruzamento de opressões. Não, as mulheres não são e não podem ser tratadas como um sujeito universal. É muito importante acompanhar a contribuição das mulheres negras, valorizar o feminismo negro e agir de forma antirracista, lutando contra o racismo estrutural do dia a dia.

Como agir nesse dia?

– Nada de dar ou receber Parabéns. Tampouco presentinhos que em geral contribuem para reforçar o estereótipo de gênero. Não é uma data comemorativa. É um dia de luta.

Quer fazer algo? Leia, escute as palavras das mulheres, vá na manifestação do 8 de março da sua cidade ou se prontifique a cuidar do filho para uma mulher poder ir à manifestação ou simplesmente descansar.

Não romantize o sofrimento das mulheres. O codinome “guerreira” deriva normalmente de acúmulo de tarefas, de uma injusta divisão sexual do trabalho e de muito cansaço. Faça com que na sua esfera privada esse cansaço diminua.

Não faça do 8 de março uma data sobre as mulheres da “sua vida”: sua mãe, sua esposa, sua filha. A data não é sobre você.

Camila Moreno é mestranda em Letras na UnB e integrante do Diretório Nacional do Partido dos Trabalhadores.

AUTORES

TEMAS

MAIS AUTORES

Lista aleatória de 160 entre mais de 1.900 autores.
Leda Maria Paulani Bento Prado Jr. Claudio Katz Ronald Rocha Luiz Werneck Vianna Eugênio Bucci Berenice Bento João Paulo Ayub Fonseca Carla Teixeira Armando Boito Henry Burnett Alexandre de Freitas Barbosa Bruno Fabricio Alcebino da Silva José Luís Fiori José Costa Júnior Tarso Genro Fernão Pessoa Ramos Leonardo Sacramento André Márcio Neves Soares Sergio Amadeu da Silveira Celso Favaretto Flávio R. Kothe Leonardo Boff Antônio Sales Rios Neto Lorenzo Vitral Tales Ab'Sáber Lincoln Secco Airton Paschoa José Machado Moita Neto Eugênio Trivinho Boaventura de Sousa Santos Érico Andrade Julian Rodrigues Jorge Luiz Souto Maior Luiz Bernardo Pericás Bernardo Ricupero Rodrigo de Faria Daniel Brazil Luciano Nascimento Thomas Piketty Elias Jabbour Vladimir Safatle João Lanari Bo Jean Marc Von Der Weid Alexandre Aragão de Albuquerque Marcelo Guimarães Lima Jorge Branco Samuel Kilsztajn Lucas Fiaschetti Estevez Gilberto Lopes João Adolfo Hansen Dênis de Moraes Ricardo Fabbrini Caio Bugiato André Singer Henri Acselrad Marcus Ianoni Antonino Infranca Milton Pinheiro Luiz Carlos Bresser-Pereira Mariarosaria Fabris Antonio Martins Roberto Bueno Eduardo Borges Annateresa Fabris Luiz Renato Martins Eleonora Albano Sandra Bitencourt Salem Nasser Paulo Nogueira Batista Jr Francisco Fernandes Ladeira Valerio Arcary José Geraldo Couto Dennis Oliveira Leonardo Avritzer Liszt Vieira Daniel Costa Bruno Machado Rafael R. Ioris Luis Felipe Miguel Otaviano Helene Yuri Martins-Fontes Denilson Cordeiro Walnice Nogueira Galvão Fernando Nogueira da Costa Anselm Jappe Ari Marcelo Solon Eliziário Andrade Ricardo Musse Maria Rita Kehl Chico Alencar Luiz Roberto Alves Ladislau Dowbor Alexandre de Lima Castro Tranjan Luiz Eduardo Soares Afrânio Catani Flávio Aguiar Michael Löwy Eleutério F. S. Prado Kátia Gerab Baggio Osvaldo Coggiola Vanderlei Tenório Paulo Sérgio Pinheiro João Feres Júnior José Raimundo Trindade Marilia Pacheco Fiorillo Valério Arcary Mário Maestri Jean Pierre Chauvin Chico Whitaker Marcos Aurélio da Silva Rubens Pinto Lyra Alysson Leandro Mascaro Gabriel Cohn Francisco de Oliveira Barros Júnior Renato Dagnino Manchetômetro Celso Frederico Roberto Noritomi Heraldo Campos Vinício Carrilho Martinez Everaldo de Oliveira Andrade Remy José Fontana Andrew Korybko Atilio A. Boron Marilena Chauí Michael Roberts Ricardo Abramovay Marjorie C. Marona Paulo Fernandes Silveira Ronaldo Tadeu de Souza Gerson Almeida João Carlos Loebens Daniel Afonso da Silva José Dirceu João Carlos Salles Gilberto Maringoni José Micaelson Lacerda Morais Benicio Viero Schmidt Manuel Domingos Neto Luís Fernando Vitagliano Priscila Figueiredo Ricardo Antunes Luiz Marques Tadeu Valadares Fábio Konder Comparato Carlos Tautz Slavoj Žižek Juarez Guimarães Igor Felippe Santos Paulo Capel Narvai João Sette Whitaker Ferreira Marcos Silva Marcelo Módolo Ronald León Núñez Paulo Martins Anderson Alves Esteves Plínio de Arruda Sampaio Jr. Francisco Pereira de Farias Luiz Costa Lima

NOVAS PUBLICAÇÕES

Pesquisa detalhada