As ideias precisam circular. Ajude A Terra é Redonda a seguir fazendo isso.

Memória de um capitão de milícias

Imagem: Palo Cech
Whatsapp
Facebook
Twitter
Instagram
Telegram

Por FLÁVIO AGUIAR*

O giro d’Itália do Usurpador do Palácio do Planalto

De todas as gafes acumuladas do Usurpador do Palácio do Planalto na Europa – de sua solidão auto-satisfeita à menção à Torre de Pizza – nenhum me impressionou tanto quanto a do pisão no pé de Angela Merkel.

A frase dela – “só podia ser você” – foi um tapa que ele não ouviu; ou se ouviu, não escutou; se escutou, não avaliou. Porque, na sequência, veio a gafe maior.

Disse ele, de volta ao Brasil, que ficou impressionado com o bom humor de Merkel, e que gostaria de ter dançado com ela. Foi assim que ele interpretou o episódio do pisão no pé da projetada Dulcineia.

Na hora lembrei-me do romance de Manuel Antonio de Almeida, Memórias de um sargento de milícias, publicado em 1852.

No romance, o protagonista, que alguns críticos consideram um pícaro, é filho de um meirinho, Leonardo Pataca, e de uma saloia, habitante dos arredores de Lisboa, Maria da Hortaliça, que vêm para o Rio de Janeiro, “no tempo do Rei”.

O namoro destes dois começou no navio em que vinham de Portugal para o Brasil, quando o Pataca deu um pisão no pé da Hortaliça. No romance, consta que o pisão foi intencional. Em Roma, teria sido fruto do acaso, pois o Usurpador caminhava de costas para a pisada. Melhor: Freud explica o ato falho que não falha. A Merkel transformou o episódio banal e desajeitado no que se diz em alemão ser um Schicksal, um destino: “só podia ser você”.

Desconfio que foi esta frase que despertou no Usurpador o instinto dançarino. Se de um lado, ela aponta o desajeito, de outro, ela abre a interpretação para o jeito do desajeitado. No romance, não deu outra: ao pisar o pé da Hortaliça, o Pataca deu início a uma cadeia de acontecimentos que, entre traições, desavenças, perseguições, infortúnios, alegrias e muito favor, levaria a um final feliz: o casamento de seu filho, o Leonardinho, o sargento de milícias, com a linda Luizinha.

O mesmo deve ter passado pela mente do infeliz-feliz Usurpador no encontro em Roma. Depois de tanto infortúnio, desconsolo, solidão, rejeição, desprezo sofrido, ele encontrou um pé de apoio, que lhe valeu meia hora de conversa e uma fantasia dançarina ulterior. Melhor, impossível. Ri melhor quem dança por último.

As palavras são um peso na vida das pessoas. Pois o fato é que o Usurpador dançou em Roma. Às custas dos impostos pagos pelo povo brasileiro, mas quem liga? Nada fez de útil por lá, exceto estar ausente do país, quando a gente respira, embora sinta a vergonha que ele é incapaz de sentir. Recebeu o título de cidadão honorário do neo-fascismo italiano. Honrou os pracinhas ausentes no cemitério de Pistóia, na companhia do líder dos neo-fascistas italianos. Honrou-os, cuspindo na sua memória, untando-os, embora ausentes, com seu nojo pela democracia. Comeu salame na rua, porque não pode entrar em restaurantes.

Diante de tudo isto, o que é um pisão no pé alheio? Uma esperança, ainda mais no pé da Grande Dama da União Europeia que ainda reconheceu, insisto: “só podia ser você”. Convenhamos: para um candidato a Romeu infeliz e deserdado da sorte, Julieta nenhuma faria melhor bem.

Eu daria um dedo – nem precisaria ser pisado – para saber o que a Merkel está pensando disso tudo. Além de, provavelmente, passar arnica no dedão do pé.

*Flávio Aguiar, jornalista e escritor, é professor aposentado de literatura brasileira na USP. Autor, entre outros livros, de Crônicas do mundo ao revés (Boitempo).

 

AUTORES

TEMAS

MAIS AUTORES

Lista aleatória de 160 entre mais de 1.900 autores.
Marjorie C. Marona Sergio Amadeu da Silveira Gilberto Maringoni Paulo Fernandes Silveira João Feres Júnior João Adolfo Hansen Mariarosaria Fabris Marilia Pacheco Fiorillo André Márcio Neves Soares José Geraldo Couto Yuri Martins-Fontes João Carlos Salles Airton Paschoa João Carlos Loebens Juarez Guimarães Benicio Viero Schmidt Priscila Figueiredo Marcos Aurélio da Silva Carlos Tautz Atilio A. Boron Celso Favaretto Luiz Eduardo Soares Leonardo Avritzer Érico Andrade Alysson Leandro Mascaro Bruno Fabricio Alcebino da Silva João Paulo Ayub Fonseca Antonino Infranca Marcus Ianoni Gerson Almeida Heraldo Campos Tadeu Valadares Afrânio Catani Boaventura de Sousa Santos Liszt Vieira Carla Teixeira Francisco Pereira de Farias Francisco Fernandes Ladeira Andrew Korybko Julian Rodrigues José Micaelson Lacerda Morais Leonardo Boff José Dirceu Gilberto Lopes José Raimundo Trindade Ronald Rocha João Sette Whitaker Ferreira Plínio de Arruda Sampaio Jr. Milton Pinheiro Paulo Sérgio Pinheiro Vanderlei Tenório Bento Prado Jr. João Lanari Bo Osvaldo Coggiola Leda Maria Paulani Chico Whitaker Denilson Cordeiro Luiz Carlos Bresser-Pereira Luiz Werneck Vianna Ronald León Núñez Fábio Konder Comparato José Luís Fiori Igor Felippe Santos Gabriel Cohn Alexandre de Lima Castro Tranjan Fernando Nogueira da Costa Remy José Fontana Daniel Afonso da Silva Eduardo Borges Ricardo Antunes Celso Frederico Slavoj Žižek Paulo Capel Narvai Luiz Roberto Alves Ricardo Musse Maria Rita Kehl Roberto Bueno Antonio Martins Luís Fernando Vitagliano Annateresa Fabris Alexandre Aragão de Albuquerque Manchetômetro Henry Burnett Tarso Genro Tales Ab'Sáber Rafael R. Ioris Lucas Fiaschetti Estevez Otaviano Helene Eliziário Andrade Sandra Bitencourt Marcelo Guimarães Lima Elias Jabbour Caio Bugiato Luiz Renato Martins Jorge Luiz Souto Maior Marcelo Módolo Chico Alencar Rodrigo de Faria Lorenzo Vitral Daniel Brazil Daniel Costa Paulo Martins Ricardo Abramovay Claudio Katz Michael Roberts Thomas Piketty Ronaldo Tadeu de Souza Eugênio Trivinho Jean Pierre Chauvin Lincoln Secco Samuel Kilsztajn Luciano Nascimento Kátia Gerab Baggio Jean Marc Von Der Weid Michael Löwy Flávio R. Kothe Vinício Carrilho Martinez Manuel Domingos Neto Jorge Branco Roberto Noritomi Luiz Marques Renato Dagnino Valério Arcary Ari Marcelo Solon Marilena Chauí José Machado Moita Neto Bernardo Ricupero Marcos Silva Francisco de Oliveira Barros Júnior Paulo Nogueira Batista Jr José Costa Júnior Luiz Bernardo Pericás Dênis de Moraes Eleutério F. S. Prado Mário Maestri Eugênio Bucci Everaldo de Oliveira Andrade Walnice Nogueira Galvão Luis Felipe Miguel Flávio Aguiar Fernão Pessoa Ramos Salem Nasser Dennis Oliveira Vladimir Safatle Henri Acselrad Ricardo Fabbrini Valerio Arcary Anselm Jappe Alexandre de Freitas Barbosa André Singer Berenice Bento Armando Boito Anderson Alves Esteves Antônio Sales Rios Neto Eleonora Albano Bruno Machado Luiz Costa Lima Rubens Pinto Lyra Leonardo Sacramento Ladislau Dowbor

NOVAS PUBLICAÇÕES

Pesquisa detalhada