As ideias precisam circular. Ajude A Terra é Redonda a seguir fazendo isso.

Os olhos mutilados

Imagem: Mariana Tassinari
Whatsapp
Facebook
Twitter
Instagram
Telegram

Por PEDRO DE SOUZA*

seis sonetos

 

1.

O vento trouxe o pó. A água míngua.
No céu sem nuvens paira um sol quimérico.
Redondo, gordo, longe, ele nos fere co’os
seus olhos corpulentos. As más-línguas

desfilam co’os seus ternos. Anti-histéricos
se compram nos botecos onde a língua
corre solta. Furúnculos e ínguas
fazem fila nos templos. Cadavéricos

cachorros ladram luas, e entrementes
a poeira flutua. Imorredoura,
a sujeira se amola, consciente

das fumaças que a esmola traz consigo.
Finalmente uma velha co’a vassoura
varre os cães, os poemas e os mendigos.

 

2.

As amarelecidas folhas junto
à terra negra eu piso, firme e sério,
como quem pisa os limites do império
da noite. Demarcados, os defuntos

misturam-se à paisagem, desconjuntos
companheiros no plácido mistério
do silêncio. Repleto de funéreos
pendores, vou à tília e lhe pergunto:

Nestas tumbas iguais, sob os teus frondes,
jaz do enigma a solvência decaída?
Retumba o vento, e a árvore responde:

A morte em nada a vós vos elucida;
vós é que sois idênticos, pois onde
procurais pela morte, achais só a vida.

 

3.

Nos vitrais intangíveis das igrejas
de outrora eu vejo os olhos mutilados
de um deus exausto. Inútil, todo brado
de desabono: o deus silente arqueja

nestes célios matizes e espumeja
nos pórticos brutais e deslembrados.
Entre a fosca ferrugem e o enfado
fundo, flutuam suas benfazejas

orações: Crede em mim, humanos, crede!
Eu vos tenho em meus planos! O meu zelo
é infinito e sustém estas paredes!

Amai o amor de pedra que eu expiro!
Mas nós, ateus e crentes sem sabê-lo,
só sabemos rimar os seus suspiros.

 

4.

Ser de pedra e de terra e nunca mais
amar sofrer: eis tudo. Ter nos braços
não músculos medidos nem escassos
amores, mas somente as abismais

calmarias do orvalho. Ser assaz,
ser assaz, ser assaz. Nos lagos lassos
coligir durações: dormir regaços
e acordar cordilheiras. Na fugaz

viagem ver o vento (ventaventa
venta o vento) e esquecer-se das raízes
de dor de cada carne. Nas tormentas,

ser os olhos de bestas e de estrelas
a colher a vertigem. E, felizes,
não só ver as montanhas, mas lambê-las.

 

5.

A criança sem nome em mim dormiu.
Dormiu serena, surda aos estribilhos
da minha lira. Eu quis que os maltrapilhos
cantares meus a erguessem, mas nem mil

canções conseguiram este acordamento.
Percebi que o seu sono era o meu templo
e que o repouso é tudo. Não contemplo
os olhos da criança, mas seu lento

desencaracolar-se. A sua pele
plana guarda o silêncio das planuras
inabitadas. Meu ofício é que ele

não se esfacele. A infância vai, madura,
plantando em mim seus cachos, e compele
que eu conserve a amplidão que em mim murmura.

 

6.

“Alles ist weit –, und nirgends schließt sich der Kreis“ (Rilke)

Tudo é distância –, e o círculo se fecha
nenhures. Das estrelas só nos resta
um mar de pontos calmos, pura fresta
das portas descarnadas. Toda brecha

de toque é-nos alheia, e nada deixa
possuir-se. Cultiva-se a floresta
dos chamados, vindimam-se as modestas
frutas da indiferença. Nas ameixas

e maçãs e cerejas não trepida
um rio – as polpas nunca são os ramos.
Circulamos, plantamos, circulamos
e colhemos o acaso, não a vida.

Às vezes jorra um sangue nosso: pele
de peles, não sabemos Ser com ele.

*Pedro de Souza é escritor.

 

AUTORES

TEMAS

MAIS AUTORES

Lista aleatória de 160 entre mais de 1.900 autores.
Alysson Leandro Mascaro Flávio R. Kothe Francisco Fernandes Ladeira Sergio Amadeu da Silveira Leonardo Sacramento Otaviano Helene Osvaldo Coggiola Slavoj Žižek Paulo Sérgio Pinheiro Manchetômetro Luiz Bernardo Pericás Henri Acselrad Marilia Pacheco Fiorillo Antonino Infranca Francisco Pereira de Farias Marcelo Guimarães Lima Eleonora Albano Michael Löwy Ronaldo Tadeu de Souza Roberto Bueno Lincoln Secco Igor Felippe Santos Luiz Eduardo Soares Rafael R. Ioris Ari Marcelo Solon Sandra Bitencourt José Micaelson Lacerda Morais José Machado Moita Neto André Singer Luís Fernando Vitagliano Denilson Cordeiro Vanderlei Tenório Antonio Martins Mário Maestri Anderson Alves Esteves Leonardo Boff Salem Nasser Claudio Katz Mariarosaria Fabris Gilberto Maringoni Paulo Martins Jean Pierre Chauvin Lorenzo Vitral Celso Frederico Remy José Fontana Luiz Werneck Vianna Fábio Konder Comparato Alexandre de Lima Castro Tranjan Walnice Nogueira Galvão Luiz Carlos Bresser-Pereira Andrew Korybko Daniel Afonso da Silva Antônio Sales Rios Neto José Raimundo Trindade Berenice Bento Samuel Kilsztajn João Paulo Ayub Fonseca Fernando Nogueira da Costa Luiz Marques Juarez Guimarães Eugênio Trivinho Eliziário Andrade Jorge Branco Jorge Luiz Souto Maior José Dirceu Lucas Fiaschetti Estevez Tadeu Valadares Annateresa Fabris André Márcio Neves Soares Ricardo Musse Elias Jabbour Fernão Pessoa Ramos Anselm Jappe Paulo Nogueira Batista Jr Marcus Ianoni Thomas Piketty Tales Ab'Sáber Kátia Gerab Baggio José Costa Júnior Manuel Domingos Neto Yuri Martins-Fontes Eduardo Borges Paulo Fernandes Silveira Luiz Roberto Alves Priscila Figueiredo Rubens Pinto Lyra Airton Paschoa João Sette Whitaker Ferreira Renato Dagnino Vinício Carrilho Martinez João Feres Júnior Flávio Aguiar Celso Favaretto Dênis de Moraes Atilio A. Boron Rodrigo de Faria Ricardo Antunes Michael Roberts Bento Prado Jr. Leonardo Avritzer Marcos Aurélio da Silva João Adolfo Hansen João Carlos Loebens Valerio Arcary José Luís Fiori Daniel Brazil Maria Rita Kehl Bruno Fabricio Alcebino da Silva Vladimir Safatle Everaldo de Oliveira Andrade Julian Rodrigues Bruno Machado João Lanari Bo Alexandre de Freitas Barbosa Gabriel Cohn Henry Burnett Luciano Nascimento Carla Teixeira Chico Alencar Marcelo Módolo Ronald León Núñez Alexandre Aragão de Albuquerque Caio Bugiato Dennis Oliveira Luiz Costa Lima Bernardo Ricupero Plínio de Arruda Sampaio Jr. Luiz Renato Martins Daniel Costa Érico Andrade Ricardo Fabbrini Carlos Tautz Liszt Vieira Tarso Genro Heraldo Campos Paulo Capel Narvai Francisco de Oliveira Barros Júnior Gerson Almeida Luis Felipe Miguel José Geraldo Couto João Carlos Salles Afrânio Catani Milton Pinheiro Ronald Rocha Boaventura de Sousa Santos Ladislau Dowbor Leda Maria Paulani Armando Boito Valério Arcary Marjorie C. Marona Eugênio Bucci Jean Marc Von Der Weid Chico Whitaker Gilberto Lopes Eleutério F. S. Prado Marcos Silva Roberto Noritomi Benicio Viero Schmidt Marilena Chauí Ricardo Abramovay

NOVAS PUBLICAÇÕES

Pesquisa detalhada