As ideias precisam circular. Ajude A Terra é Redonda a seguir fazendo isso.

Sobre a emissão de dinheiro

Gabriela Pinilla, Fragmento de Em pie de luta, Pintura Mural de 7 X 11 metros. 2018, Museo del INBA, Ciudad Juárez, México
Whatsapp
Facebook
Twitter
Instagram
Telegram

Por LUIZ CARLOS BRESSER-PEREIRA*

O governo é mais ortodoxo que o FMI e os banqueiros centrais

Não há ciência mais ideológica do que a economia. O que não é surpreendente porque ela lida com a repartição da renda, e os interesses envolvidos são muito grandes. Isto explica por que os economistas liberais são tão conservadores. Eles representam os interesses dos capitalistas. Ora os capitalistas, hoje, são fundamentalmente rentistas. Vivem de juros, aluguéis de dividendos; não são capitalistas empresários, que vivem dos seus lucros e do seu reinvestimento.

Nessa ciência ideológica é curioso como as palavras mudam de sentido ou ganham novos sentidos. Vejam, por exemplo, a questão da emissão de dinheiro.

Os economistas liberais, chamados então monetaristas, eram mortalmente contra a emissão de moeda que, afirmavam ser a causa da inflação. Não era. O aumento da quantidade de moeda apenas sanciona uma inflação que já ocorreu.

O que pode ser causa de inflação é o aumento das despesas públicas quando uma economia está chegando perto do pleno emprego. Porque poderá, então, haver excesso de demanda em relação à oferta.

Desde que as maciças emissões de moeda realizadas pelos bancos centrais após a grande crise de 2008 visando baixar a taxa de juros, ficou provado por A mais B, que elas não causam inflação. Os juros foram para zero e a inflação ficou muito baixa.

Assim, quando se tornou necessário defender as economias das consequências do Covid-19, os economistas dos bancos centrais, que são muito mais realistas que os professores de economia liberais, passaram a emitir mais moeda ainda. Estão certíssimos.

Eles emitem moeda comprando títulos novos do Estado; o dinheiro assim criado é usado para financiar as políticas de auxílio aos pobres, aos desempregados, e às empresas, e para financiar investimentos públicos que estimulem a economia.

Mas, para tornar mais aceitável sua política perante uma sociedade que ainda acredita que emissão de moeda causa inflação, os banqueiros centrais passaram a chamar a emissão de moeda de “compra de bônus”. Um bom nome.

Agora, por exemplo, leio no Valor que a presidente do Banco Central Europeu, acaba de afirmar que ainda é muito cedo para descartar a compra de bônus. Ou seja, não está na hora de parar de emitir moeda.

Enquanto isso nós, no Brasil temos um ministro da Economia que continua a limitar o necessário aumento do auxílio emergencial e não realiza os investimentos públicos também necessários para o país retomar o crescimento.

A desculpa é que deficit público causa inflação, mas já está mais do que provado que isso não é verdade. Só causa inflação quando essa emissão de moeda que financia esses gastos que levam ao excesso de demanda facilita o aumento das margens e dos preços.

Ora, este não é o caso enquanto a pandemia estiver limitando a demanda, principalmente por serviços, e mantendo elevado o desemprego.

Realmente, não é possível termos um governo também na área econômica tão incapaz como esse que está aí. Um governo que é mais ortodoxo que o FMI e os banqueiros centrais.

*Luiz Carlos Bresser-Pereira é Professor Emérito da Fundação Getulio Vargas (FGV-SP). Autor, entre outros livros, de Em busca do desenvolvimento perdido: um projeto novo-desenvolvimentista para o Brasil (FGV)

 

AUTORES

TEMAS

MAIS AUTORES

Lista aleatória de 160 entre mais de 1.900 autores.
Marilia Pacheco Fiorillo Julian Rodrigues José Geraldo Couto Airton Paschoa André Singer Dennis Oliveira Milton Pinheiro João Paulo Ayub Fonseca Anselm Jappe Andrew Korybko Luiz Eduardo Soares Lincoln Secco Francisco de Oliveira Barros Júnior Lorenzo Vitral Celso Favaretto Luiz Roberto Alves Roberto Bueno Chico Whitaker Jean Pierre Chauvin João Sette Whitaker Ferreira Ronald León Núñez Fernando Nogueira da Costa Valério Arcary Eleonora Albano Alexandre de Lima Castro Tranjan Leda Maria Paulani Anderson Alves Esteves Mário Maestri Alysson Leandro Mascaro Fábio Konder Comparato Slavoj Žižek José Luís Fiori João Lanari Bo Bruno Fabricio Alcebino da Silva João Adolfo Hansen Claudio Katz Everaldo de Oliveira Andrade Antônio Sales Rios Neto Gilberto Maringoni Marcus Ianoni Sandra Bitencourt Samuel Kilsztajn Luiz Bernardo Pericás Eleutério F. S. Prado Vladimir Safatle Henri Acselrad Gabriel Cohn Valerio Arcary Ricardo Fabbrini Ricardo Musse Bento Prado Jr. Carla Teixeira Priscila Figueiredo Jorge Luiz Souto Maior Leonardo Avritzer Luiz Werneck Vianna Daniel Brazil Gilberto Lopes Heraldo Campos Osvaldo Coggiola Michael Roberts Eugênio Bucci Vinício Carrilho Martinez Paulo Martins Eduardo Borges Roberto Noritomi Jorge Branco Tales Ab'Sáber Ronaldo Tadeu de Souza Ari Marcelo Solon Tarso Genro Carlos Tautz José Costa Júnior Ronald Rocha Luís Fernando Vitagliano José Micaelson Lacerda Morais Bernardo Ricupero Eugênio Trivinho André Márcio Neves Soares Salem Nasser Ricardo Antunes Otaviano Helene Manuel Domingos Neto Celso Frederico Denilson Cordeiro Eliziário Andrade José Dirceu Caio Bugiato Paulo Capel Narvai Marilena Chauí Alexandre Aragão de Albuquerque Luiz Renato Martins Elias Jabbour Luiz Costa Lima José Machado Moita Neto Francisco Pereira de Farias Ricardo Abramovay Igor Felippe Santos Boaventura de Sousa Santos Daniel Afonso da Silva Rafael R. Ioris Benicio Viero Schmidt Antonino Infranca Henry Burnett Michael Löwy Rodrigo de Faria Armando Boito Leonardo Boff Liszt Vieira João Feres Júnior Afrânio Catani Dênis de Moraes Rubens Pinto Lyra Kátia Gerab Baggio Flávio R. Kothe Walnice Nogueira Galvão Luiz Carlos Bresser-Pereira Jean Marc Von Der Weid Gerson Almeida Lucas Fiaschetti Estevez João Carlos Loebens Marcos Aurélio da Silva Yuri Martins-Fontes Luis Felipe Miguel Renato Dagnino Érico Andrade Berenice Bento Plínio de Arruda Sampaio Jr. José Raimundo Trindade Marjorie C. Marona Marcelo Guimarães Lima Annateresa Fabris Alexandre de Freitas Barbosa Remy José Fontana Fernão Pessoa Ramos Paulo Nogueira Batista Jr Mariarosaria Fabris Tadeu Valadares Bruno Machado Paulo Sérgio Pinheiro João Carlos Salles Vanderlei Tenório Antonio Martins Ladislau Dowbor Manchetômetro Marcelo Módolo Marcos Silva Leonardo Sacramento Chico Alencar Maria Rita Kehl Thomas Piketty Atilio A. Boron Francisco Fernandes Ladeira Flávio Aguiar Luiz Marques Juarez Guimarães Sergio Amadeu da Silveira Luciano Nascimento Daniel Costa Paulo Fernandes Silveira

NOVAS PUBLICAÇÕES

Pesquisa detalhada