As ideias precisam circular. Ajude A Terra é Redonda a seguir fazendo isso.

A cena brasileira – XVIII

Imagem: C. Cagnin
Whatsapp
Facebook
Twitter
Instagram
Telegram

Por BENÍCIO VIERO SCHMIDT*

Comentários sobre acontecimentos recentes

O ambiente criado pela CPI da Covid do Senado Federal tem sido local de recolhimento de documentos e informações dispersas que estão muito acima de sua capacidade de processamento. Todavia, a prorrogação do seu prazo de funcionamento por mais 90 dias, bem como o ativismo do Ministério Público Federal e do STF, trazem esperanças para a apuração das devidas responsabilidades e de prováveis crimes de responsabilidade por parte das autoridades civis, religiosas e militares nos processos de compra e administração das vacinas em território nacional.

Corroborando hipóteses que sustentam a militarização crescente do governo federal, cada dia da CPI da pandemia revela novas suspeitas de participação de altas patentes militares nas negociações para a compra de vacinas. No caso em tela, ações que vão da intermediação para a compra de vacinas, bem como seu transporte. Sendo parte do estamento burocrático mais amplo, as Forças Armadas vão se projetando pela atividade efetiva de oficiais como grupo de pressão, apto a garantir vantagens pecuniárias na intermediação para compras do Estado. Um caso grave e que certamente traz apreensão, insegurança e incertezas ao sistema político representativo.

Quanto à reforma tributária, o relatório parcial do deputado Celso Sabino (PSDB-PA), relativamente ao imposto de renda, segundo o ministro Paulo Guedes, não eleva a carga tributária, como alega ter sido a posição do governo desde a campanha eleitoral. Pois, na medida em que se aumentam os impostos sobre lucros e dividendos diminuem-se os tributos sobre empresas e assalariados.

Mas, a pressão de interesses empresariais de modo especial, deve render ainda muitas mudanças no projeto original de reforma tributária apresentado pelo governo. As mudanças no projeto ainda incluem corte de 15% para 2,5% no imposto de renda para Pessoa Jurídica e a retirada de taxação dos Fundos Imobiliários. Isto aponta para a redução da carga tributária e da arrecadação na faixa de R$ 30 bilhões. É provável, ainda, que a taxação de dividendos passe de 20% para 15%, seguindo-se uma lógica internacional de cobrança sobre as operações ligadas aos lucros e distribuição de dividendos.

O Congresso Nacional aprovou nesta quinta-feira (15/julho) o projeto de Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) para 2022, com a previsão de um déficit de R$ 107,47 bilhões para o Orçamento Fiscal e de Seguridade Social da União, além de um fundo partidário elevado a R$ 5,7 bilhões; cujos beneficiários maiores serão o PSL e o PT. Foram mantidas as emendas do relator, origem do chamado orçamento secreto”, ora sob crivo do STF.

Destaque-se que estes recursos diretamente aos partidos políticos irão se acoplar ao fundo eleitoral, dedicado exclusivamente aos gastos dos candidatos nas eleições  Em 2020, nas eleições municipais, foram destinados R$ 2 bilhões aos 33 partidos registrados no Brasil.

Integrante da pauta conservadora, a Câmara Federal aprovou (14/7) a Lei do Mandante: a possibilidade dos clubes mandantes do jogo terem a prerrogativa de negociar seus direitos de transmissão, independentemente de contratos assinados pelos visitantes. Aprovado (432 x 17 votos); vai para a apreciação do Senado Federal.

No mais, a opinião pública aguarda o desenrolar midiático da internação de Bolsonaro em hospital de São Paulo, bem como o desenrolar da cada vez mais complicada teia de interesses no Ministério da Saúde, envolvendo figuras da intimidade presidencial, pastores e militares.

*Benicio Viero Schmidt é professor aposentado de sociologia na UnB e consultor da Empower Consult. Autor, entre outros livros, de O Estado e a política urbana no Brasil (LP&M).

 

AUTORES

TEMAS

MAIS AUTORES

Lista aleatória de 160 entre mais de 1.900 autores.
José Luís Fiori André Márcio Neves Soares Ronaldo Tadeu de Souza Flávio R. Kothe Henry Burnett Francisco de Oliveira Barros Júnior Mário Maestri Tadeu Valadares Ronald Rocha Paulo Nogueira Batista Jr Fernão Pessoa Ramos Rubens Pinto Lyra Alysson Leandro Mascaro Luís Fernando Vitagliano Daniel Brazil José Micaelson Lacerda Morais Gabriel Cohn Maria Rita Kehl João Carlos Loebens Bernardo Ricupero Fábio Konder Comparato Otaviano Helene Anselm Jappe Bento Prado Jr. Manuel Domingos Neto Boaventura de Sousa Santos Kátia Gerab Baggio Gilberto Lopes Manchetômetro Carla Teixeira Luiz Renato Martins Michael Roberts Renato Dagnino Bruno Fabricio Alcebino da Silva Luiz Werneck Vianna Flávio Aguiar Valerio Arcary Jorge Luiz Souto Maior Carlos Tautz Armando Boito Jean Marc Von Der Weid Paulo Sérgio Pinheiro Ladislau Dowbor Jorge Branco Antônio Sales Rios Neto Francisco Pereira de Farias Luiz Costa Lima Rafael R. Ioris Elias Jabbour Marcelo Módolo Afrânio Catani Alexandre de Freitas Barbosa Chico Alencar Lorenzo Vitral Plínio de Arruda Sampaio Jr. Paulo Fernandes Silveira Vinício Carrilho Martinez Marcus Ianoni Roberto Noritomi Ari Marcelo Solon Osvaldo Coggiola Milton Pinheiro Rodrigo de Faria Bruno Machado João Adolfo Hansen Liszt Vieira Lincoln Secco Andrew Korybko Daniel Afonso da Silva Valério Arcary Marcos Silva Ricardo Fabbrini Eliziário Andrade Vanderlei Tenório Walnice Nogueira Galvão Paulo Capel Narvai José Machado Moita Neto Heraldo Campos Igor Felippe Santos Tarso Genro Daniel Costa Antonio Martins João Feres Júnior Annateresa Fabris Marcos Aurélio da Silva André Singer Leonardo Avritzer José Dirceu Everaldo de Oliveira Andrade Jean Pierre Chauvin Luiz Marques Yuri Martins-Fontes Luiz Bernardo Pericás João Lanari Bo João Sette Whitaker Ferreira Leonardo Sacramento Lucas Fiaschetti Estevez Fernando Nogueira da Costa Leda Maria Paulani Érico Andrade Eleutério F. S. Prado Slavoj Žižek José Geraldo Couto Airton Paschoa Luiz Carlos Bresser-Pereira Remy José Fontana Gerson Almeida Eugênio Trivinho Eugênio Bucci Benicio Viero Schmidt Paulo Martins Alexandre de Lima Castro Tranjan Michael Löwy Berenice Bento Luiz Roberto Alves Sergio Amadeu da Silveira Dênis de Moraes Leonardo Boff Ronald León Núñez Luiz Eduardo Soares Mariarosaria Fabris Chico Whitaker Salem Nasser Thomas Piketty José Raimundo Trindade Priscila Figueiredo João Carlos Salles Ricardo Abramovay Eduardo Borges Marilena Chauí Alexandre Aragão de Albuquerque Marilia Pacheco Fiorillo Claudio Katz Ricardo Musse Atilio A. Boron Gilberto Maringoni Marjorie C. Marona Francisco Fernandes Ladeira Vladimir Safatle Antonino Infranca José Costa Júnior Anderson Alves Esteves João Paulo Ayub Fonseca Celso Frederico Tales Ab'Sáber Henri Acselrad Juarez Guimarães Denilson Cordeiro Celso Favaretto Dennis Oliveira Eleonora Albano Luciano Nascimento Samuel Kilsztajn Sandra Bitencourt Caio Bugiato Marcelo Guimarães Lima Roberto Bueno Luis Felipe Miguel Ricardo Antunes Julian Rodrigues

NOVAS PUBLICAÇÕES

Pesquisa detalhada