Livro dos cegos

Imagem: Lin Barrie
Whatsapp
Facebook
Twitter
Instagram
Telegram

Por MARCIO SALGADO*

Trecho, selecionado pelo autor, do romance recém-publicado

Contra fatos não há argumentos

Dentro do possível, desejo ser fiel aos fatos. Sem o relato que tenho nas mãos essa história não existiria. Por força das circunstâncias, diversas vezes perdi-me nas suas entrelinhas, pois não conhecia a linguagem em que foi escrito, tendo que fazer esse aprendizado. Por isso, digo sem temor: eu aprendi com os cegos. Quisera saber de outras pessoas – videntes ou não – que obtiveram o mesmo.

Não faço dele uma leitura desinteressada, contudo, não fabrico versões, antes procuro desvelar a sua verdade. Na busca de uma pessoa que supunha desaparecida, encontrei outras que estão aqui retratadas. É verdade que não tinha essa intenção, mas tal fato sugere uma evidência: o que move o ser humano é o convívio com os seus semelhantes. Eles se estranham, muitas e muitas vezes, mas o propósito da convivência, por motivos insondáveis, sempre permanece.

Escrevi sobre pessoas que conheci após longa jornada. Alguns haverão de duvidar dos meus propósitos, a esses não peço complacência. Passados os anos sombrios aqui reportados, surgiram documentos que dão conta da vida política e dos horrores daquela época. A história, porém, não comporta tudo, a memória seleciona os episódios e seus personagens, enquanto esquece outros. Pois bem, essas pessoas de que falo são o outro da história, produziram atos que o tempo silenciou e depois os enterrou para sempre.

Quando encontrei o relato original nem de longe imaginei as revelações que havia nele, e, ainda mais, que houvesse essa proximidade com o que procurava. Abri este volume como quem abre o livro da vida, não a minha, evidente, mas a das pessoas que são retratadas nele. Sem dúvida, lamentei não ter mantido, anteriormente, contato mais estreito com seu autor, muito do que especulava seria esclarecido, porém, quando se fala sobre o passado há que se resignar com os testemunhos encontrados.

Embora, à primeira vista, essas anotações pareçam desimportantes, sem dúvida reafirmam o valor que dou ao relato que caiu-me às mãos de maneira inesperada. Acredito que, atendo-me essencialmente aos acontecimentos, evitarei as interpretações indevidas. Como diz o ditado: contra fatos não há argumentos.

*Marcio Salgado, jornalista e escritor, é doutor em Comunicação pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). Autor, entre outros livros, de O filósofo do deserto.

Referência


Marcio Salgado. Livro dos cegos. Rio de Janeiro, Caravana Grupo Editorial, 2024, 286 págs.


A Terra é Redonda existe graças aos nossos leitores e apoiadores.
Ajude-nos a manter esta ideia.
CONTRIBUA

Veja neste link todos artigos de

10 MAIS LIDOS NOS ÚLTIMOS 7 DIAS

__________________
  • O filósofo e o comediantefranklin de matos 08/07/2024 Por BENTO PRADO JR.: Prefácio do livro de Franklin de Matos – uma homenagem dos editores do site ao filósofo e professor da USP, falecido ontem
  • A Unicamp na hora da verdadecultura artista palestina 13/07/2024 Por FRANCISCO FOOT HARDMAN: No próximo dia 6 de agosto o Conselho Universitário da Unicamp terá de deliberar se susta as atuais relações com uma das instituições empenhadas no massacre em Gaza
  • A noite em que a Revolução Francesa morreuater 0406 01/07/2024 Por MARTÍN MARTINELLI: Prefácio do livro de Guadi Calvo
  • O Trabalhismo venceu, mas não é um partido de esquerdamaçã mpodre 07/07/2024 Por KEN LOACH: O líder trabalhista Keir Starmer não é um moderado, não é um centrista, mas sim um político de direita, intransigente e orientado para o livre mercado
  • Hospitais federais do Rio de JaneiroPaulo Capel Narvai 11/07/2024 Por PAULO CAPEL NARVAI: A descentralização dos Hospitais federais do Rio não deve ser combatida nem saudada, ela é uma necessidade
  • A lição francesaandré kaysel 10/07/2024 Por ANDRÉ KAYSEL: Não há como derrotar a extrema direita sem a esquerda
  • O balcãohomem caminhando preto e branco 08/07/2024 Por JOÃO CARLOS SALLES: Neoliberalismo na universidade pública
  • Nordeste — um novo cenáriovermelho ddddddddddd 10/07/2024 Por JOSÉ DIRCEU: O Nordeste passará a ser visto como exemplo para o Brasil, da mesma forma que escolas públicas do Ceará são referência em qualidade de ensino
  • Episódios stalinistas no Brasilfotos antigas 14/07/2024 Por ANGELA MENDES DE ALMEIDA: Uma história costurada com inverdades, mas que, muito tempo depois, acabaram por sair à luz do dia
  • A produção ensaística de Ailton Krenakcultura gotas transp 11/07/2024 Por FILIPE DE FREITAS GONÇALVES: Ao radicalizar sua crítica ao capitalismo, Krenak esquece de que o que está levando o mundo a seu fim é o sistema econômico e social em que vivemos e não nossa separação da natureza

PESQUISAR

TEMAS

NOVAS PUBLICAÇÕES