As ideias precisam circular. Ajude A Terra é Redonda a seguir fazendo isso.

O corpo do presidente

Imagem: Laker
Whatsapp
Facebook
Twitter
Instagram
Telegram

Por DENISE BERNUZZI DE SANT’ANNA*

Não há duplicidade corporal na figura desse governo, há apenas um organismo, para quem tudo se reduz, assumidamente, a “comer gente” ou a ser comido

Recentemente, uma fotografia do presidente Bolsonaro, deitado de barriga para cima, com uma sonda nasogástrica, lembrou um quadro de Andrea Mantegna intitulado “Lamentação sobre o Cristo morto”. Essa semelhança entre imagens não revela apenas o desejo, real ou imaginado, de elevar o “messias” brasileiro à categoria de um Cristo salvador e mártir. Ela impõe, em primeiro plano, a barriga do presidente, nua e, mais acima, um sorriso.

Já faz algum tempo que o presidente fala cruamente das vísceras, suas e alheias. Seu corpo sofre de um unicismo crônico: ao invés do imaginário clássico dos dois corpos do soberano – um natural e humano,  outro divino e imortal – Bolsonaro só tem um corpo, reduzido, por ele próprio, a seu “bucho”. Daí a facada ter sido um ataque à sua identidade mais profunda. Não o atingiram no coração, na cabeça e sim na barriga. O aparelho digestivo é o presidente e vice-versa, sem espaço para uma representação. Enquanto a primeira dama recebeu um maquiador no hospital, o presidente tratou uma obstrução intestinal, e há jornais que estamparam a foto de “tripas”, com didáticas explicações sobre as suas contorções e o destino do seu conteúdo.

Na época do governo de Nicolas Sarkozy, na França, foram publicados textos sobre os seus dois corpos, não mais o mortal e o imortal, à moda dos reis absolutistas, e sim o corpo público e o privado. Mas o que se passa com o presidente do Brasil, não parece ter muitos precedentes históricos. Pois não há duplicidade corporal na figura desse governo, há apenas um organismo, para quem tudo se reduz, assumidamente, a “comer gente” ou a ser comido. Não estranha portanto, a falta de distancia entre o seu comportamento em privado e os seus modos em público, entre o que ele pensa e o que ele diz. Ora, não teria sido essa ausência de distancia ou de duplicidade, a criadora da expectativa (para alguns grupos que o apoiaram) de que ele seria honesto, sem trapaças? Afinal, como duvidar de quem fala com boca do estômago?

Mas também se poderia perguntar o inverso: como não duvidar de quem passa a barriga à frente? Quem fala apenas em nome do seu ventre, é quem come todos os dias a parte que não lhe é de direito. Não há propriamente mistérios, nem interioridade a ser desvelada na figura do presidente. É como se já soubéssemos o pior a seu respeito. Por isso, o que poderá surpreender de fato não diz mais respeito ao que sabemos sobre o presidente ou o que for revelado a respeito do seu governo; o que resta de fato a saber é quem somos nós agora… nós que vivemos sob um governo que fala unicamente em nome do seu próprio bucho.

*Denise Bernuzzi de Sant’anna é professora de história na PUC-SP. É autora, entre outros livros, de Corpos de passagem: ensaio sobre a subjetividade contemporânea (Estação Liberdade).

 

AUTORES

TEMAS

MAIS AUTORES

Lista aleatória de 160 entre mais de 1.900 autores.
Jorge Luiz Souto Maior Luiz Marques Gerson Almeida Marcos Aurélio da Silva Jean Marc Von Der Weid Thomas Piketty Anselm Jappe Rubens Pinto Lyra Marcelo Módolo João Feres Júnior Celso Favaretto João Adolfo Hansen Marcelo Guimarães Lima Daniel Afonso da Silva Tadeu Valadares Celso Frederico Armando Boito Slavoj Žižek Ronald Rocha Lucas Fiaschetti Estevez Remy José Fontana Eduardo Borges Renato Dagnino Liszt Vieira Anderson Alves Esteves Carlos Tautz Antonio Martins Eugênio Bucci Denilson Cordeiro Luiz Bernardo Pericás Julian Rodrigues Antônio Sales Rios Neto Luís Fernando Vitagliano Alexandre de Freitas Barbosa Rafael R. Ioris Elias Jabbour Alexandre de Lima Castro Tranjan Yuri Martins-Fontes João Lanari Bo Caio Bugiato Lorenzo Vitral Igor Felippe Santos Valerio Arcary Daniel Costa Annateresa Fabris Ricardo Musse José Costa Júnior Michael Roberts Manchetômetro Valério Arcary Claudio Katz Antonino Infranca Tarso Genro Tales Ab'Sáber Érico Andrade Carla Teixeira Osvaldo Coggiola José Luís Fiori Marcus Ianoni Eliziário Andrade Vladimir Safatle Benicio Viero Schmidt Flávio R. Kothe Leonardo Boff Bruno Machado Airton Paschoa Luis Felipe Miguel Sandra Bitencourt Gilberto Lopes Kátia Gerab Baggio Alexandre Aragão de Albuquerque José Geraldo Couto Henry Burnett Eleutério F. S. Prado Heraldo Campos Roberto Bueno José Machado Moita Neto Michael Löwy João Paulo Ayub Fonseca Dennis Oliveira Chico Alencar Luciano Nascimento Henri Acselrad Francisco Pereira de Farias José Raimundo Trindade Ricardo Fabbrini Vinício Carrilho Martinez Luiz Eduardo Soares Jorge Branco Marilena Chauí João Sette Whitaker Ferreira Luiz Costa Lima Andrew Korybko Ronaldo Tadeu de Souza Afrânio Catani Dênis de Moraes José Micaelson Lacerda Morais Everaldo de Oliveira Andrade Francisco de Oliveira Barros Júnior Ari Marcelo Solon Eugênio Trivinho Marcos Silva Leda Maria Paulani Juarez Guimarães Gilberto Maringoni Bento Prado Jr. Atilio A. Boron Maria Rita Kehl Paulo Nogueira Batista Jr Ladislau Dowbor Bruno Fabricio Alcebino da Silva Roberto Noritomi Walnice Nogueira Galvão Luiz Roberto Alves João Carlos Loebens Priscila Figueiredo Leonardo Sacramento André Márcio Neves Soares Manuel Domingos Neto Boaventura de Sousa Santos Milton Pinheiro Daniel Brazil Ronald León Núñez Paulo Capel Narvai Vanderlei Tenório Rodrigo de Faria Flávio Aguiar Otaviano Helene Fábio Konder Comparato José Dirceu Alysson Leandro Mascaro Eleonora Albano Jean Pierre Chauvin Luiz Carlos Bresser-Pereira André Singer Lincoln Secco Marilia Pacheco Fiorillo Mário Maestri Gabriel Cohn Mariarosaria Fabris Luiz Werneck Vianna Leonardo Avritzer Sergio Amadeu da Silveira Chico Whitaker Samuel Kilsztajn Ricardo Abramovay Paulo Fernandes Silveira Paulo Sérgio Pinheiro Paulo Martins Francisco Fernandes Ladeira Fernando Nogueira da Costa Bernardo Ricupero João Carlos Salles Salem Nasser Luiz Renato Martins Berenice Bento Fernão Pessoa Ramos Plínio de Arruda Sampaio Jr. Ricardo Antunes Marjorie C. Marona

NOVAS PUBLICAÇÕES

Pesquisa detalhada