Bob Jeff performando

Imagem: Thiago Kai
Whatsapp
Facebook
Twitter
Instagram
Telegram

Por CAIQUE DE OLIVEIRA SOBREIRA CRUZ*

A sociabilidade capitalista no Brasil vem demonstrando que o poço não tem fim

“Bob Jeff” conseguiu atingir as seis estrelas de procurado performando um personagem muito mal interpretado, visando a representar um suposto herói da “liberdade de expressão”, querendo se tornar uma forma de mártir dos reacionários medíocres. Não uma farsa da tragédia, mas, a farsa da farsa.

A sociedade capitalista continua construindo a sua completa degeneração e decadência, todos os seus complexos sociais estão falindo e desmanchando no ar, a tal ponto que os personagens que se colocam na cena principal do teatro são tão caricaturais, tão rebaixados, que expressam tanto um “conteúdo” totalmente esvaziado quanto uma “forma” desprovida de qualquer sofisticação ou refino, aparecem para a sociedade como uma aberração, uma besta, um dragão de sete cabeças, que infelizmente está longe de ser um caso isolado, mas, sim, o seu inverso: a expressão do espírito absoluto do nosso tempo, o Zeitgeist da nossa “Era”. Uma “Era” em que o insólito e o cômico estão interligados, se constituem enquanto uma unidade de diversos, como asseverava Kafka. A perversidade, a bestialidade e a monstruosidade são tão absurdas que chegam ao patamar de interdependência com a comicidade pitoresca elevada à enésima potência: tons de cinza jocosos, tragicômicos.

A sociabilidade capitalista no Brasil vem demonstrando que o poço não tem fim, estamos caindo sem parar e a única forma de frear essa incessante barbarização da vida social brasileira é estar nas ruas, nos espaços concretos de luta do proletariado, na luta de classes, barrando o movimento reacionário em todos os lócus, além de retirar Jair Bolsonaro do governo neste 30 de outubro.

Contudo, tão somente isso, não é suficiente, pois, Jair Bolsonaro é apenas a ponta do iceberg, como alhures mencionado: o capitalismo e todas as suas instituições estão em processo de defenestração total. Portanto, não basta travar o reacionarismo, teremos de ser capazes de uma empreitada muito mais elevada: nos unirmos para a construção coletiva de um novo mundo, uma nova sociedade; justa, livre, igualitária, solidária, comunitária, sem explorações e opressões.

Convido todos a refletirem e a se unirem a essa luta pelo novo mundo, que não é só possível, como é uma luta necessária para escaparmos do inferno social em que estamos inseridos. Como dizia Karl Marx: o capitalismo fez o inferno de Dante parecer fichinha.

PS1: Após essa ação grave de Roberto Jefferson, é necessário que todos nós, humanistas, redobremos a nossa atenção e o nosso cuidado entre nós mesmos. Não podemos duvidar que a sua bestialidade possa servir de exemplo para que os reacionários venham a repetir essas coisas, pois foram encorajados por esse “exemplo”. Todo cuidado é pouco, a luta de classes se aprofunda e as nossas vidas estão em jogo e em cheque. Porém, mesmo com as extremas dificuldades atuais, venceremos, porquanto que nunca foi fácil para nós, em menor ou maior grau, as nossas vidas sempre estiveram em jogo, desde que Portugal invadiu as nossas terras e nos colonizou.

PS2: Se fosse em uma favela, o que fariam os policiais? Fica aí a dúvida…

*Caique de Oliveira Sobreira Cruz é mestrando em Políticas Sociais e Cidadania pela Universidade Católica do Salvador.

 

O site A Terra é Redonda existe graças aos nossos leitores e apoiadores. Ajude-nos a manter esta ideia.
Clique aqui e veja como

Veja neste link todos artigos de

AUTORES

TEMAS

MAIS AUTORES

Lista aleatória de 160 entre mais de 1.900 autores.
Manuel Domingos Neto Jean Pierre Chauvin Michel Goulart da Silva Ricardo Musse Gilberto Lopes Ricardo Antunes Luiz Roberto Alves Jorge Branco André Márcio Neves Soares Flávio Aguiar João Feres Júnior Alysson Leandro Mascaro Gabriel Cohn Paulo Sérgio Pinheiro João Lanari Bo Mariarosaria Fabris Paulo Fernandes Silveira Leonardo Boff Fernão Pessoa Ramos Érico Andrade Tadeu Valadares Henry Burnett Andrew Korybko Annateresa Fabris Bernardo Ricupero Leda Maria Paulani Michael Roberts Antônio Sales Rios Neto Michael Löwy Luciano Nascimento José Micaelson Lacerda Morais João Adolfo Hansen Sergio Amadeu da Silveira Luiz Werneck Vianna Dênis de Moraes Afrânio Catani Benicio Viero Schmidt Bruno Machado Daniel Brazil Carla Teixeira José Dirceu Maria Rita Kehl Celso Favaretto João Paulo Ayub Fonseca Armando Boito Salem Nasser Marilena Chauí Luís Fernando Vitagliano Jean Marc Von Der Weid Ronald León Núñez Henri Acselrad Caio Bugiato Paulo Capel Narvai Marcelo Guimarães Lima Antonino Infranca José Raimundo Trindade Lincoln Secco Otaviano Helene José Geraldo Couto Liszt Vieira Paulo Martins Slavoj Žižek Leonardo Sacramento Anselm Jappe Airton Paschoa Marcos Aurélio da Silva Leonardo Avritzer Eliziário Andrade José Luís Fiori Anderson Alves Esteves Tarso Genro Lorenzo Vitral Paulo Nogueira Batista Jr Luiz Marques Rubens Pinto Lyra Rodrigo de Faria Gerson Almeida Daniel Afonso da Silva Ricardo Abramovay Lucas Fiaschetti Estevez Fernando Nogueira da Costa Vanderlei Tenório Gilberto Maringoni Remy José Fontana Ladislau Dowbor Chico Whitaker Matheus Silveira de Souza Priscila Figueiredo Luiz Carlos Bresser-Pereira Plínio de Arruda Sampaio Jr. Valerio Arcary Samuel Kilsztajn Kátia Gerab Baggio Marilia Pacheco Fiorillo Carlos Tautz Andrés del Río Fábio Konder Comparato Berenice Bento Luis Felipe Miguel Juarez Guimarães Atilio A. Boron Manchetômetro Eugênio Trivinho Eduardo Borges Ronaldo Tadeu de Souza Flávio R. Kothe Celso Frederico Everaldo de Oliveira Andrade João Carlos Loebens Chico Alencar Bento Prado Jr. Claudio Katz Bruno Fabricio Alcebino da Silva Igor Felippe Santos Marjorie C. Marona Yuri Martins-Fontes Walnice Nogueira Galvão Thomas Piketty Julian Rodrigues Alexandre de Freitas Barbosa Luiz Bernardo Pericás Rafael R. Ioris Jorge Luiz Souto Maior Daniel Costa Marcelo Módolo Alexandre Aragão de Albuquerque Elias Jabbour Renato Dagnino Eleutério F. S. Prado Valerio Arcary Heraldo Campos André Singer Mário Maestri Eugênio Bucci Boaventura de Sousa Santos Dennis Oliveira Francisco Pereira de Farias Francisco de Oliveira Barros Júnior Marcus Ianoni Vinício Carrilho Martinez Milton Pinheiro Alexandre de Lima Castro Tranjan Ari Marcelo Solon Tales Ab'Sáber João Sette Whitaker Ferreira Denilson Cordeiro Osvaldo Coggiola Marcos Silva Sandra Bitencourt José Machado Moita Neto Ronald Rocha Francisco Fernandes Ladeira Luiz Eduardo Soares Antonio Martins Luiz Renato Martins Eleonora Albano Vladimir Safatle José Costa Júnior João Carlos Salles Ricardo Fabbrini

NOVAS PUBLICAÇÕES

Pesquisa detalhada