As ideias precisam circular. Ajude A Terra é Redonda a seguir fazendo isso.

A tragédia do mercúrio na Amazônia

Imagem: Adem Albayrak
Whatsapp
Facebook
Twitter
Instagram
Telegram

Por DANIEL BRAZIL*

Com vários estados amazônicos apresentando índices de contaminação muito acima do permitido, o desastre é iminente

Os preocupantes níveis de mercúrio encontrados em amostras de peixes amazônicos, confirmados em pesquisa da Fiocruz/UFOPA, trazem à memória os terríveis relatos de Minamata, da década de 1950.

Nessa pequena cidade da costa japonesa foram pela primeira vez identificadas as enfermidades neurológicas causadas pelo mercúrio no organismo humano. Muitas pessoas apresentavam distúrbios que afetavam a visão, o tato e a audição, chegando a causar paralisia e morte. Diversos fetos estavam contaminados, e nasceram com problemas irreversíveis, físicos e neurológicos. Batizado de “Mal de Minamata”, foi um alerta para todo o planeta do alto risco embutido na poluição das águas.

O cientista Akagi Hirokatsu (1942/2020), que trabalhou no Instituto Nacional do Mal de Minamata, descobriu na década de 1980 um método de medição do organomercúrio que é utilizado hoje em todo o mundo, inclusive nesse estudo da Fiocruz.

Com vários estados amazônicos apresentando índices de contaminação muito acima do permitido, o desastre é iminente. Utilizado principalmente na mineração, legal ou ilegal, as quantidades mortíferas de mercúrio despejadas nas águas da Bacia Amazônica são uma tétrica confirmação de que a humanidade não aprende com os próprios erros, e muita dor e sofrimento ainda advirão desse crime ambiental.

Roraima, estado campeão de devastação e mineração ilegal, é também o recordista de amostras contaminadas: 40% das coletadas em mercados e feiras livres estavam acima do limite aceitável. Por um fenômeno cumulativo, o mercúrio aumenta de acordo com a cadeia alimentar, ou seja, os carnívoros do topo, que se alimentam de peixes menores, acumulam índices maiores do elemento mortal. Traduzindo: pirarucu, tucunaré, pintado, filhote, ou seja, alguns dos mais nobres peixes amazônicos.

É óbvio que não são apenas populações ribeirinhas “invisíveis” que comem peixes com mercúrio. Eles estão também no cardápio dos principais restaurantes e hotéis da Amazônia dos “ricos”, em Manaus, Belém, Santarém e outras cidades da região. Muitos já são encontrados em supermercados chiques do Sul do país.

O premiado cineasta Jorge Bodanski realizou o filme Amazônia, a nova Minamata? (2022), enfocando o povo Munduruku. Descreve a luta da líder Alessandra Korap, que levou médicos e pesquisadores à região para pesquisar o mal que ameaça sua gente. Também dá voz ao neurologista Erick Jennings, cientista que investiga porque muitas crianças amazônicas têm problemas neurológicos.

Nas palavras de Jorge Bodanski, “este é um dos filmes mais importantes e difíceis da minha vida. Não podemos deixar que a Amazônia se transforme numa nova Minamata”. O filme dialoga com o documentário Minamata: the Victims and heir World (1971), de Noriaki Tsuchimoto, que pode ser visto no Youtube em versão com legendas em inglês. O autor japonês produziu uma série de documentários sobre o desastre, e inspirou até produções americanas, como Minamata (2020), com Johnny Depp, de valor discutível. Para saber mais e melhor, fique com o original.

*Daniel Brazil é escritor, autor do romance Terno de Reis (Penalux), roteirista e diretor de TV, crítico musical e literário.

Referências


Minamata: the Victims and heir World (1971), de Noriaki Tsuchimoto: https://www.youtube.com/watch?v=Sf6FHMR7LVQ&ab_channel=zakkafilms

Amazônia, a nova Minamata? , de Jorge Bodanski (Trailer): https://www.youtube.com/watch?v=SQB0QfIDsyg&ab_channel=AmazoniaLatitude

A Terra é Redonda existe graças aos nossos leitores e apoiadores.
Ajude-nos a manter esta ideia.
CONTRIBUA

AUTORES

TEMAS

MAIS AUTORES

Lista aleatória de 160 entre mais de 1.900 autores.
Osvaldo Coggiola Berenice Bento Gilberto Maringoni Luiz Costa Lima Bruno Fabricio Alcebino da Silva Antonino Infranca Celso Favaretto Heraldo Campos Ronaldo Tadeu de Souza Juarez Guimarães Gerson Almeida Walnice Nogueira Galvão Anderson Alves Esteves José Raimundo Trindade João Carlos Salles Ladislau Dowbor Atilio A. Boron Bento Prado Jr. Chico Alencar Alysson Leandro Mascaro Thomas Piketty Dennis Oliveira Vanderlei Tenório Luiz Renato Martins Luciano Nascimento José Costa Júnior Luiz Carlos Bresser-Pereira Luiz Marques Valério Arcary Carlos Tautz Antônio Sales Rios Neto Luiz Bernardo Pericás Slavoj Žižek Roberto Bueno Fernando Nogueira da Costa Ricardo Musse Lorenzo Vitral Eduardo Borges Daniel Afonso da Silva Elias Jabbour Ronald Rocha Ricardo Fabbrini Fábio Konder Comparato Vladimir Safatle Francisco Pereira de Farias Tales Ab'Sáber Celso Frederico Paulo Nogueira Batista Jr Remy José Fontana João Sette Whitaker Ferreira João Carlos Loebens José Dirceu Luiz Roberto Alves Gabriel Cohn Bruno Machado Boaventura de Sousa Santos Érico Andrade Marcos Silva Ari Marcelo Solon Alexandre de Freitas Barbosa João Feres Júnior Vinício Carrilho Martinez Henri Acselrad José Geraldo Couto Tarso Genro Ronald León Núñez Gilberto Lopes Luiz Werneck Vianna Ricardo Abramovay Henry Burnett Jean Pierre Chauvin Maria Rita Kehl Eleutério F. S. Prado Jean Marc Von Der Weid Priscila Figueiredo Alexandre de Lima Castro Tranjan Eugênio Trivinho Manuel Domingos Neto Jorge Branco Flávio R. Kothe Marilena Chauí Marjorie C. Marona Daniel Brazil Fernão Pessoa Ramos Luís Fernando Vitagliano João Paulo Ayub Fonseca Jorge Luiz Souto Maior Valerio Arcary Paulo Capel Narvai Airton Paschoa Lincoln Secco Paulo Fernandes Silveira André Singer André Márcio Neves Soares Afrânio Catani Kátia Gerab Baggio Michael Löwy Samuel Kilsztajn Ricardo Antunes Luiz Eduardo Soares João Adolfo Hansen Salem Nasser Marcelo Módolo Sergio Amadeu da Silveira Leda Maria Paulani Dênis de Moraes Lucas Fiaschetti Estevez Plínio de Arruda Sampaio Jr. Chico Whitaker Eliziário Andrade Roberto Noritomi Carla Teixeira Everaldo de Oliveira Andrade Flávio Aguiar Luis Felipe Miguel Alexandre Aragão de Albuquerque Sandra Bitencourt Renato Dagnino Mário Maestri Benicio Viero Schmidt Tadeu Valadares Igor Felippe Santos Andrew Korybko Francisco de Oliveira Barros Júnior Rodrigo de Faria Annateresa Fabris Claudio Katz Manchetômetro Eleonora Albano Otaviano Helene Milton Pinheiro Daniel Costa Armando Boito Bernardo Ricupero Liszt Vieira Marcus Ianoni João Lanari Bo Marilia Pacheco Fiorillo Yuri Martins-Fontes Paulo Martins Leonardo Avritzer Antonio Martins Julian Rodrigues Leonardo Sacramento Eugênio Bucci Michael Roberts José Machado Moita Neto Rubens Pinto Lyra Marcelo Guimarães Lima Anselm Jappe Rafael R. Ioris José Luís Fiori Leonardo Boff Francisco Fernandes Ladeira Paulo Sérgio Pinheiro Mariarosaria Fabris Marcos Aurélio da Silva Denilson Cordeiro Caio Bugiato José Micaelson Lacerda Morais

NOVAS PUBLICAÇÕES

Pesquisa detalhada