Raça, classe e Revolução

Imagem: Vasco Prado
Whatsapp
Facebook
Twitter
Instagram
Telegram

Por SEAN PURDY*

Comentário acerca do livro recém-lançado, coletânea sobre “a luta pelo Poder Popular nos Estados Unidos”.

Essa coleção de textos de revolucionários norte-americanos dos anos 1960-1970 sobre raça, classe e revolução, organizada por Jones Manoel e Gabriel Landi, faz uma importante contribuição à História dos Estados Unidos no Brasil. Traduz para português e reúne numerosos artigos do jornal dos Panteras Negras, O Pantera Negra, um artigo recente sobre a Coalizão Arco-Íris (uma aliança entre os Panteras, os movimento latinos e trabalhadores brancos), seis contribuições do movimento chicano e porto-riquenho, três documentos do movimento de americanos asiáticos, um panfleto, artigo e recente entrevista sobre os Jovens Patriotas (militantes trabalhadores brancos) e dois textos do movimento indígena. Fornece um bom panorama das posições dos diversos movimentos da época em relação às questões de raça e classe. As notas de rodapé explicam termos, pessoas e eventos desconhecidos para leitores brasileiros. O livro será bastante útil para militantes da esquerda e professores de História dos Estados Unidos no Brasil.

O que deixa a desejar na coleção é o enorme prefácio de 70 páginas de Manoel e Landi. O que se espera numa apresentação de uma coleção desse tipo é uma introdução aos textos, os situando no contexto da época e na literatura existente sobre esses movimentos. Afinal, já existe uma literatura muito ampla, especialmente sobre a luta negra, que discute as origens desses movimentos, suas ideias, debates na esquerda, discussões internas e os problemas que enfrentaram.

Porém, ao invés disso, os organizadores ficam fixados em seus projetos políticos atuais, especialmente os debates em torno do liberalismo e a crítica de Hannah Arendt por Domenico Losurdo. Esse assunto pode até ser discutido – Arendt escreveu uns textos racistas sobre negros nos Estados Unidos –, mas isto acaba dominando o texto. Há 19 citações de Losurdo e 25 de Arendt nas notas de rodapé no prefácio, mas só seis de W.E.B. Du Bois e uma de Angela Davis sem falar da ausência total de especialistas sobre o período e os movimentos como Manning Marable, Peniel Joseph, Joshua Bloom, Waldo E. Martin Jr., Ahmed Shawki e Keeanga-Yamahtta Taylor, para mencionar só alguns estudiosos. O que pauta a historiografia desses movimentos sociais na década de 1960 nos Estados Unidos não é o liberalismo de Hannah Arendt, mas questões mais amplas sobre marxismo, economia política, estratégia e tática nos movimentos e a esquerda como um todo – questões que os autores acima tratam em detalhe.

Interessantemente, também não há textos da League of Revolutionary Black Workers, uma organização independente de base entre trabalhadores negros das fábricas automobilísticas de Detroit que organizou várias greves bem sucedidas em 1968-1969. Além da influência do chamado marxismo-leninismo (maoismo e comunismo stalinista) na League, houve também na organização correntes de pensamento do Pan-Africanismo de CLR James e do marxismo humanista de Raya Dunayevskaya, Grace Lee Boggs e James Boggs (todos moradores de Detroit).

Finalmente, não há nenhuma referência aos estudos e traduções para português já feitos nos últimos anos por brasileiros sobre esses movimentos.

Combinado com uma leitura mais ampla de fontes secundárias, porém, essa coleção é mais que bem-vinda. Isto é particularmente importante no momento atual como surgimento de Black Lives Matter nos Estados Unidos e a atuação central de movimentos antirracistas e sociais no Brasil.

*Sean Purdy é professor de história dos Estados Unidos no Departamento de História da Universidade de São Paulo (USP).

Referência


Jones Manoel e Gabriel Landi (orgs.) Raça, Classe e Revolução: A Luta pelo Poder Popular nos Estados Unidos. São Paulo, Autonomia Literária, 2020.

 

Veja neste link todos artigos de

AUTORES

TEMAS

MAIS AUTORES

Lista aleatória de 160 entre mais de 1.900 autores.
João Carlos Salles Celso Favaretto José Luís Fiori José Raimundo Trindade Luiz Bernardo Pericás Jean Marc Von Der Weid Liszt Vieira Everaldo de Oliveira Andrade Francisco de Oliveira Barros Júnior João Paulo Ayub Fonseca Michael Löwy Leonardo Sacramento Marcus Ianoni Walnice Nogueira Galvão Fernando Nogueira da Costa Gabriel Cohn Annateresa Fabris Boaventura de Sousa Santos Paulo Nogueira Batista Jr Alexandre Aragão de Albuquerque Valerio Arcary Luiz Roberto Alves Érico Andrade Rodrigo de Faria Jorge Luiz Souto Maior Daniel Afonso da Silva José Machado Moita Neto Samuel Kilsztajn Leonardo Boff Sandra Bitencourt Ronald León Núñez João Feres Júnior Bernardo Ricupero Fernão Pessoa Ramos Chico Whitaker Andrew Korybko Lorenzo Vitral Marjorie C. Marona José Dirceu Lincoln Secco Marcos Aurélio da Silva Remy José Fontana Dênis de Moraes Andrés del Río Milton Pinheiro Manuel Domingos Neto Paulo Sérgio Pinheiro Eleonora Albano Ricardo Abramovay Benicio Viero Schmidt Rubens Pinto Lyra Ari Marcelo Solon Tadeu Valadares Renato Dagnino Gilberto Maringoni Luiz Eduardo Soares Eleutério F. S. Prado João Sette Whitaker Ferreira Luiz Marques João Lanari Bo Carla Teixeira Berenice Bento Antônio Sales Rios Neto Bento Prado Jr. Luciano Nascimento Eugênio Trivinho Antonio Martins Ronald Rocha Juarez Guimarães Ladislau Dowbor Eugênio Bucci Carlos Tautz José Geraldo Couto Alexandre de Freitas Barbosa Armando Boito Flávio Aguiar Francisco Pereira de Farias Marcelo Módolo Valerio Arcary Leda Maria Paulani Marilia Pacheco Fiorillo Michael Roberts Thomas Piketty Alysson Leandro Mascaro Claudio Katz Flávio R. Kothe Michel Goulart da Silva Ricardo Antunes Plínio de Arruda Sampaio Jr. Luis Felipe Miguel Airton Paschoa Tales Ab'Sáber Vinício Carrilho Martinez Chico Alencar Paulo Martins Leonardo Avritzer Sergio Amadeu da Silveira Rafael R. Ioris Atilio A. Boron Bruno Machado Denilson Cordeiro Fábio Konder Comparato Maria Rita Kehl Kátia Gerab Baggio Paulo Fernandes Silveira Luiz Werneck Vianna Anselm Jappe Heraldo Campos Ricardo Fabbrini Slavoj Žižek Yuri Martins-Fontes Vanderlei Tenório Jorge Branco Mariarosaria Fabris José Costa Júnior Henry Burnett Osvaldo Coggiola Ricardo Musse André Singer Henri Acselrad José Micaelson Lacerda Morais Gilberto Lopes Jean Pierre Chauvin Dennis Oliveira Bruno Fabricio Alcebino da Silva Igor Felippe Santos Daniel Brazil Marcelo Guimarães Lima Vladimir Safatle André Márcio Neves Soares Marcos Silva Priscila Figueiredo Paulo Capel Narvai Antonino Infranca Luís Fernando Vitagliano Caio Bugiato Ronaldo Tadeu de Souza Tarso Genro Francisco Fernandes Ladeira Afrânio Catani Mário Maestri Julian Rodrigues Marilena Chauí Celso Frederico Salem Nasser Elias Jabbour Gerson Almeida Otaviano Helene Manchetômetro Lucas Fiaschetti Estevez João Adolfo Hansen Eliziário Andrade Alexandre de Oliveira Torres Carrasco Eduardo Borges Daniel Costa Matheus Silveira de Souza Luiz Renato Martins João Carlos Loebens Alexandre de Lima Castro Tranjan Luiz Carlos Bresser-Pereira

NOVAS PUBLICAÇÕES

Pesquisa detalhada